Parceria 2016: Editora Valentina

Foto: Reprodução/Site da Editora 
    Oi oi gente! Tudo bem? Bom, no começo do ano o blog firmou parceria com duas editoras e foram elas a Novo Conceito e a Galera Record respectivamente, mas como todos sabem, algumas editoras só abrem seleções para blogs parceiros no meio do ano e, portanto, somos agora um dos blogs amigos da Editora Valentina.
    Pra mim foi uma surpresa porque, mesmo já tendo conseguido parceria com duas editoras que eu gosto muito este ano, eu não estava muito confiante quanto à esta e realmente achava que não iria conseguir. Eu fiz a promessa de reduzir ao máximo minhas tentativas de conseguir parcerias, pra não acontecer de acumular vários livros parados na estante, mas se tratando da Editora Valentina eu precisava tentar e fico muito feliz de ter conseguido. Então chega de enrolação e vamos conhecer mais sobre a Editora:


    "Para a VALENTINA, leitura é, acima de tudo, entretenimento. Olho vivo e faro fino. Esse é, na verdade, o lema de todo grande editor. E a nossa pinscher encarna esse lema como ninguém. A busca por livros inesquecíveis e entretenimento de alta qualidade nos leva a prazerosamente garimpar pelo mundo, todos os dias, o melhor da literatura de entretenimento, sem preconceitos. E, para não ficar ninguém de fora, procuramos um mundo de temas: urban fantasy, distopia, paranormal, romances femininos, thriller, chick-lit, pets, religiosidade, biografia, bem-estar, steampunk... Sem esquecer, logicamente, os nossos xodós: romances que abordam a juventude contemporânea e ganham vida fora do livro - muitas vezes vão parar nas salas de aulas – com discussões fundamentais sobre os adolescentes, seus sonhos, seus medos, seus dramas e, principalmente, suas paixões. É verdade, já deu para perceber, que a gente ama de paixão a literatura juvenil, mas nosso catálogo é eclético e moderno: tem diversão e cultura para quem está começando, aos 6 anos de idade, e também para quem já passou dos 100. Ah! E tem para quem quer chegar lá, certo? Tem tudo que, de alguma forma, faz da leitura um momento único e insubstituível." Trecho retirado do site da própria editora.
Redes sociais da Editora pra você acompanhar:

   
    Eu não tive até hoje muitas oportunidades de ler livros da Editora, mas li há algum tempo o título Não Pare! da Fml Pepper (veja a resenha clicando aqui), então eu separei alguns títulos que eu acho bacana e que eu ainda quero muito ler. A parceria vai até Junho de 2017 então teremos muito tempo juntos e muitas novidades para mostrar por aqui. Fica a dica de alguns livros:
    Passarinha; Proibido; Não Olhe! e Delícia, delícia são os que eu mais quero ler.

Nós para sempre; Quando finalmente voltará a ser com o nunca foi; Minha vida mora ao lado e Royale com Queijo são outros títulos que eu também acho interessante.


Resenha: Um chapéu cheio de céu, Terry Pratchett

    "Tiffany Dolorida, alguns anos após suas aventuras no tenebroso Reino das Fadas, deverá colocar seus talentos em bruxaria novamente à prova ao embarcar em mais uma aventura: deixar sua casa e suas terras para trás e se tornar aprendiz de uma bruxa de verdade. Mas o que ela não sabe é que uma criatura incorpórea e sagaz está lhe perseguindo, um ser ancião e incompreensível do qual nem mesmo a Madame Cera do Tempo (a maior bruxa do mundo) poderá protegê-la. Dessa vez, serão úteis as habilidades de roubos, briga e bebedeira dos Nac Mac Feegle, os Pequenos Homens Livres, ou deverá Tiffany depender única e tão somente de si?"
Título: Um chapéu cheio de céu | Autor: Terry Pratchett | Editora: Bertrand Brasil | ISBN: 9788528618808 |  Páginas: 336 | Skoob | Compre aqui

Livro cedido em parceria com a editora para resenha 


    Bom, se você me acompanha por aqui deve ter visto a resenha de Os Pequenos Homens Livres (livro que antecede este), mas saiba que Um chapéu cheio de céu também poderia muito bem ser lido independentemente, o que é um ponto muito favorável quando se trata de séries com muitos volumes. A série original Discworld conta com 30 volumes, mas a série de Tiffany Dolorida conta apenas com 5, apenas os dois primeiros foram lançados no Brasil até agora e eles são escritos de forma completa então você não precisa ler obrigatoriamente na ordem.
    Tiffany agora tem 11 anos e resolve ir embora do Giz para seguir o destino que lhe foi deixado, já que ela faz parte de uma linhagem de bruxas extraordinárias e respeitadas até por criaturas como os Nac Mac Feegle, ou como preferem ser chamados, os pequenos homens livres. Ela é mandada então para um lugar bem distante, já que é praticamente impossível ser uma boa bruxa estando no Giz e também porque a cidade onde vive costumam excluir do seu círculo social qualquer pessoa que tenha o estereótipo de uma bruxa ou que seja diferente e suspeito.  
    Eu gostei muito mais do enredo deste segundo livro que do primeiro, a história cresceu um pouco junto com a personagem. Aqui Tiffany vai aprender que existem todos os tipos de bruxas e várias outras coisas em uma escola de bruxaria. Ela também vai ser seguida por um monstro que de longe farejou o poder dentro dela, mas os Nac Mac Feegle já sabem disso e vão fazer de tudo para ajudá-la.
    Como disse na resenha anterior eu achei que o primeiro livro foi um tanto confuso e com elementos demais pro meu gosto, já nesse segundo acho que o autor soube escolher melhor o que pôr no livro e o que não. Não me senti tão confusa nesse volume e aproveitei bem a leitura.
    O livro tem uma lição de moral muito boa e conta com valores importantes à serem inseridos nas crianças, uma vez que o livro é um infantojuvenil, como por exemplo o medo do desconhecido e o modo como lidamos com ele. Nos mostra como é importante enfrentar nossos medos e seguirmos em frente. Eu gostei bastante desse livro, mas confesso que ainda não me senti conectada com os personagens, não criei um afeto por eles. Apenas uma leve admiração. Portanto continuo mantendo apenas 3 estrelas e não sei dizer se pretendo ler os próximos três volumes, por não conseguir me sentir conectada aos personagens e pelo fato de os livros serem tão bem concluídos e independentes que não me deixam muito curiosa sobre o que está ou não por vir. 
    

TBR: Maratona Literária de Inverno de 2016 | #MLI2016

    Oi oi gente, tudo bem? Bom, quem me acompanha por aqui sabe que ano passado eu participei da Maratona Literária de Inverno e flopei lindamente, tendo lido apenas 5 dos 8 livros escolhidos. Bom, de lá para cá eu tenho conseguido ler uma média de 7 livros por mês e recebido muito mais livros então resolvi tentar a sorte novamente e participar da #MLI2016.
    Se você ainda não sabe o que é e nem como funciona a maratona eu explico resumidamente no vídeo, só peço desculpas à vocês porque tive alguns problemas na hora da edição (por algum motivo a despedida aparece no meio do vídeo) e também errei o título de um livro citado, mas não desistam de mim e juro que é mal de iniciante mesmo. Com o tempo eu melhoro nesse negócio de editar vídeos!


Links úteis: 
 Canal Geek Freak | Vídeo apresentação da maratona + Temas | Formulário de inscrição da maratona | Twitter do Victor |  Blog My Little Garden of Ideas (onde eu sou resenhista)

    Contem pra mim se vocês também vão participar da maratona e deixem os links da TBR de vocês para eu ver o que vão ler. Não esqueçam de me acompanhar lá no twitter também, já que a maratona vai acontecer toda por lá. Um beijo e até a próxima! 

Dica de filme: Tá chovendo hambúrguer

Foto: Reprodução

    Oi oi gente, tudo bem? Cheguei com mais um post sobre a Maratona de Filmes de Inverno e dessa vez eu escolhi a categoria Animação. Originalmente meu filme escolhido era Rango (e talvez eu assista este também), mas acabei me deparando com Tá Chovendo Hambúrguer na Netflix e dei play neste mesmo. Afinal né gente, a alma de comilona fala mais alto que eu e falou que tem comida eu tô dentro!

   "Flint Lockwood (Bill Hader) é um jovem cientista que sonha criar algo que faça com que seja reconhecido pela população de Boca Grande, uma pequena ilha no Atlântico. Um dia ele consegue descobrir uma forma de transformar água em comida, só que precisa de bastante eletricidade para colocá-la em funcionamento. Ao tentar usar a energia da geradora local, ele perde o controle da invenção e ela ruma para o céu. Para piorar, a confusão que ele cria destroi um parque de diversões, o grande trunfo do prefeito Shelbourne (Bruce Campbell) para melhorar a economia local. Flint acredita ter perdido a máquina, mas repentinamente começa a chover hambúrgueres em toda a cidade. Com o apoio de Sam Sparks (Anna Farris), uma estagiária de jornalismo que foi enviada à ilha para ser a nova "garota do tempo", Flint logo vira uma celebridade local."

    O filme é bem curtinho, tem uma hora e meia e dá pra assistir no horário de almoço; quando chegar do trabalho ou naquele folguinha que você costuma dar no meio dos estudos. É bem leve e divertido, então garante boas risadas além de ter um enredo muito fofo. Outra dica é ver antes de dormir, pra sonhar com comida.
    Eu gostei bastante do desenvolvimento da trama; da criatividade; dos traços do desenho e também da quantidade de cores que é incrível. Tem uma cena específica que me encantou, na primeira chuva onde caem - literalmente - os hambúrgueres e o tempo ao invés de cinza fica fechado com as cores do arco íris. 
    Gostei também dos personagens que são muito fofos e das personalidades diferentes que o filme possui. Talvez em algum momento, só um pouquinho, o filme exagerou na quantidade de elementos: colocaram uma coisa aqui; outra ali e depois mais uma porque ficaria legal até que se perdeu em alguns momentos, mas mesmo assim é um filme divertido e que vale a pena para relaxar e se distrair.
    Recomendo o filme para todos de todas as idades que gostam de animações e de uma comédia fofa. Mas a dica é fazer o máximo de lanchinhos possíveis para beliscar e não passar fome assistindo aquelas gostosuras caindo do céu. 

Top 5: Animes que eu preciso assistir este ano


    Oie gente linda, tudo bem? Não me recordo agora de já ter falado de animes no blog e se eu falei foram poucas vezes, aliás, eu não acompanho muitos. Mas recentemente tenho recebido dicas e recomendações ótimas de animes para ver e inclusive o catálogo da Netflix também fica lá me convidando pra ver todos os disponíveis então eu fiz uma lista com os 5 animes que eu quero muito ver (ou pelo menos começar) ainda este ano. Vamos ver? 

1 - Kill la Kill
Gênero: Ecchi, Ação, Drama
Sinopse: "Ryuko Matoi, uma garota que está em busca de vingança por seu pai. Seguindo pistas ela chega numa cidade completamente bizarra onde encontra sua inimiga mortal:  A tirânica Kiryuin Satsuki, uma rígida e fria líder que controla tudo e a todos com mão de ferro na suprema Academia Honnouji."

    Esse anime foi uma indicação da minha amiga Taís lá no Brainstorms, ela assistiu e disse que é muito bom e que eu deveria ver. Fiquei curiosa de primeira.

2 - Naruto Shippuden
Gênero: Ação, Fantasia
Sinopse: "Dois anos e meio se passaram após a partida de Naruto Uzumaki e Jiraiya da vila de Konoha, para um treinamento a parte com Naruto. Logo ao voltar à vila os primeiros a encontrá-lo foram Sakura e Konohamaru. Agora Naruto e seus amigos, já adultos, não tem apenas que se preocupar com o resgate de Sasuke, mas também com uma organização chamada Akatsuki, que está atrás dos Jinchuurikis (ninjas que carregam um Bijuu em seus corpos) junto a isso inumeros outros acontecimentos ocorrem ao longo da série."

    Eu tinha abandonado Naruto, mas voltei recentemente e estou acabando o anime clássico (sim, ainda) então espero poder começar o Shippuden logo!

3 - Puella Magi Madoka Magica
Gênero: Mahou Shoujo, Drama
Sinopse: "A história gira em torno de Kaname Madoka, uma estudante normal de 14 anos que está no segundo ano de ginásio e que vivia uma vida pacata até um estranho encontro acontecer. Ela não sabe se o encontro é coincidência ou se é apenas o destino, mas duas coisas são certas: esse é o momento em que seu destino irá mudar, e também o momento em que começa a história de uma garota mágica."

    Eu vi esse anime na Netflix e achei muito fofinho, as cores e o visual. Ouvi dizer que tem bastante fantasia e ação então estou ansiosa!

4 - Samurai Flamenco
Gênero: Ação
Sinopse: "Masayoshi Hazama decide se tornar um super-herói, apesar de não ter superpoderes ou a tecnologia para criar um traje high-powered. Ele se torna o herói, Samurai Flamenco e começa a combater o crime em nome da justiça. Policial Hidenori Goto descobre sobre Samurai Flamenco e sua verdadeira identidade por uma ironia do destino, o que leva a ele se envolver em muitos problemas. No entanto, estes dois jovens vai ficar cara a cara com dificuldades de ser combatentes do crime ao descobrir o que realmente significa ser um herói da justiça."

    Eu fiquei curiosa com esse anime por lembrar essa coisa de séries de super heróis que eu adoro e também porque segundo as minhas pesquisas o anime envolve temas como homossexualidade. 

5 - Death Note
Gênero: Policial, Sobrenatural
Sinopse: "A trama gira em torno de um caderno com poderes inimagináveis, que cai por acaso nas mãos do estudante Light Yagami. O rapaz logo percebe que, ao escrever ali o nome de qualquer pessoa que escolha, ela acaba morta!"

   Death Note é amado por muitas pessoas e no ano passado quando saiu a notícia de que viraria filme eu coloquei na cabeça que precisava assistir. Bom, acho que o filme não sai mais, mas promessa é dívida e e quero saber por quê tantas pessoas gostam desse anime.

    Eu não sou muito entendedora no universo de animes então vou ficar feliz se vocês deixassem, nos comentários, sugestões pra eu assistir e também, se já assistiu algum dos que eu citei ficarei feliz em saber o quê você achou. Pode também deixar link de post (sobre animes) pra eu visitar!

Lançamentos Galera Record: Junho/2016


    Oi oi gente, eu sei que estamos quase no fim do mês e que este post está sim muito do atrasado, mas eu não poderia simplesmente deixar os últimos dias de Junho passar sem compartilhar o quê a Galera Record andou lançando por aí não é mesmo? Tem muito livro bacana pra mostrar, então vamos conversar tudinho devagarinho gostosinho (segura a referência) ok? Espero que suas leituras estejam sendo produtivas e que se interessem por alguns dos livros citados!

Feios, Scott Westerfeld
Gênero: Distopia
Sinopse: "Tally está prestes a completar 16 anos, e ela mal pode esperar. Não por sua carteira de motorista – mas para se tornar bonita. No mundo de Tally, seu aniversário de 16 anos traz uma operação que torna você de uma horripilante pessoa feia para uma maravilhosa pessoa linda e te leva para um paraíso de alta tecnologia onde seu único trabalho é se divertir muito. Em apenas algumas semanas Tally estará lá. Mas a nova amiga de Tally, Shay, não tem certeza se ela quer ser bonita. Ela prefere arriscar sua vida do lado de fora. Quando ela foge, Tally aprende sobre um lado totalmente novo do mundo dos bonitos – que não é tão bonito assim. As autoridades oferecem a Tally sua pior escolha: encontrar sua amiga e a entregar, ou nunca se transformar em uma pessoa bonita. A escolha de Tally faz sua vida mudar pra sempre."

Warcraft: Durotan, Christie Golden
Gênero: Fantasia
Sinopse: "Prequel do aguardadíssimo filme de ação e fantasia, dirigido por Duncan Jones. Em Draenor, sob a sombra da Montanha do Grande Pai, entre a Serra do Fogofrio e as terras do sul, o forte, honrado e ferozmente livre clã Lobo do Gelo enfrenta invernos cada vez mais rigorosos... e caça talbuques e fenocerontes cada vez mais escassos. No entanto, um Lobo do Gelo não reclama. Sob a liderança sábia de Garad eles perseveram, honrando os Espíritos da Terra, do Fogo, do Ar, da Água e da Vida. Outros orcs podem sentir prazer na matança... Não os Lobo do Gelo. Quando Guldan, um misterioso forasteiro, chega ao inóspito território ao norte, oferecendo uma terra rica em alimentos em troca da submissão do clã à sua Horda de orcs, o chefe declina. A dignidade de seu povo não está à venda. Assim como sua liberdade. Arauto da morte, a partida de Guldan traz a reboque a morte de Garad e a ascensão de seu filho: Durotan. Agora cabe ao jovem líder manter seu povo unido em um dos momentos mais críticos de sua história. Contra a fome, o inverno rigoroso, a fúria dos elementos e os Andarilhos vermelhos... Será possível?"

Warcraft (Livro oficial do filme), Christie Golden
Gênero: Fantasia
Sinopse: "A novelização do aguardado filme de ação e fantasia Warcraft. Há muito Azeroth está em paz. Após expulsar os trolls, com a ajuda de Medivh, Guardião do reino, humanos vivem em paz com os vizinhos elfos e anões. Mas um novo mal desponta no horizonte, e a guerra ameaça engolfar mais uma vez os domínios do justo rei Llane. Uma raça temerária de invasores, os guerreiros orcs, insuflados pelo feiticeiro Guldan e liderados pelo monstruoso Mão Negra, fogem de seu mundo agonizante em busca de caça e oportunidades. Com a ajuda da vileza, a mais cruel das magias, Guldan criou um portal capaz de transportar sua Horda até Azeroth. A maré verde, de orcs dominados por esse mal, toma de assalto as terras humanas. Morte e destruição ameaçam destruir a tudo e a todos. Então, de lados opostos, dois heróis surgem, em uma rota de colisão que decidirá o destino de sua família, seu povo e seu lar. Durotan, o líder honrado do clã Lobo do Gelo, quer apenas uma chance para seu filho recém-nascido. Lothar, o Leão de Azeroth, busca redenção. E assim começa uma espetacular saga sobre poder e sacrifício, na qual a guerra tem muitas facetas e todos lutam por algo."

Um mundo melhor, Marcus Sakey
Gênero: Thriller
Sinopse: "Pessoas com poderes especiais numa trama que envolve conspiração, política e terrorismo. O aguardado segundo volume da série Brilhantes. Nick Cooper lutou para que os brilhantes, parcela da população dotada de habilidades incomuns, fossem aceitos e integrados na sociedade até uma rede terrorista, liderada por brilhantes, atingir três cidades e deixar o país à beira de uma guerra civil. Cooper é brilhante e agora também consultor do presidente dos Estados Unidos, e contra tudo o que os terroristas representam. Porém, conforme o país descamba para o caos, ele se vê forçado a participar de um jogo que não aceita perdedores, pois seus oponentes têm uma visão particular de um mundo melhor."

A Caçadora de bruxos, Virginia Boecker
Gênero: Fantasia
Sinopse: "No mesmo estilo de Guerra dos Tronos, “A Caçadora de Bruxos” reconstrói uma Inglaterra medieval mítica, com magia e muita intriga política. Na Ânglia do século XVI, a prática da magia é ilegal e infratores são queimados nas fogueiras. Elizabeth Grey é uma das melhores caçadoras de bruxos do rei: ela localiza e captura Reformistas, rebeldes suspeitos de praticar feitiçaria para que sejam julgados e executados, conforme manda a lei. Até que, inexplicavelmente, ela é incriminada e acaba presa sob a acusação de praticar a arte que se dedicou a erradicar. A salvação, no entanto, acaba vindo na forma de seu maior inimigo: Nicholas Perevil, o mago mais poderoso e procurado de Ânglia. À medida que Elizabeth se associa aos Reformistas, suas crenças sobre a legitimidade da proibição da magia são profundamente abaladas. Ela se vê em meio a uma contenda política de proporções épicas e percebe que seus antigos aliados agora são seus inimigos mortais. Será que Elizabeth está pronta para decidir de qual lado está sua lealdade, afinal de contas?"

O Filho da Feiticeira, Kelly Barnhill
Gênero: Infantojuvenil
Sinopse: "Para leitores de fantasia, “O filho da feiticeira” traz a típica jornada do herói. De um menino desvalorizado em sua aldeia até a única esperança de todo o seu mundo, Ned já se acostumou ao seu apelido: o garoto errado. Desde que nasceram, foi sempre o irmão gêmeo, Tam, a estrela da aldeia; o mais habilidoso e querido. Quando decidem construir uma balsa para encontrar o mar, um plano que sai pela culatra, Ned se torna mais que o garoto errado: se torna o único. Agora, Ned é visto como um pária. No entanto, numa reviravolta, ele se transforma no único capaz de impedir que a magia caia nas mãos do ambicioso Rei dos Bandidos. E, para isso, arruma uma insuspeita aliada: Áine, a filha do ladrão. E eles terão de aprender a confiar um no outro se quiserem impedir uma guerra entre dois reinos há muito separados..."

Frozen - Mundo de gelo, coração de fogo; Melissa De La Cruz e Michael Johnston
Gênero: Distopia
Sinopse: "Melissa e Michael criam um universo distópico em Frozen. A obra se passa em Nova Vegas, uma cidade outrora cheia de brilho, mas que atualmente é coberta de gelo. A protagonista, Natasha Kestal é uma jovem crupiê à procura de uma saída. Como muitos, ela ouviu falar de um lugar mítico simplesmente chamado de Azul, um paraíso onde o sol ainda brilha e as águas são turquesa — e um lugar onde Nat e seus semelhantes não serão perseguidos, mesmo que seu segredo mais obscuro venha à tona. Mas o caminho para o Azul é traiçoeiro, senão impossível de atravessar, e sua única chance é apostar em um grupo de mercenários liderados pelo arrogante Ryan Wesson para conduzi-la a seu destino. Ciladas e perigos os aguardam em cada esquina, à medida que Nat e Wes se veem atraídos um pelo outro."

Fuga da Biblioteca do Sr. Lemoncello
Gênero: Infantojuvenil
Sinopse: "Nesta eletrizante aventura rodeada de livros, Kyle é um dos doze convidados para passar uma noite na biblioteca do famoso e excêntrico Luigi Lemoncello. Quando amanhece, no entanto, todas as portas estão trancadas! Agora Kyle e as outras crianças terão que solucionar cada pista e decifrar as charadas para encontrar a saída! Será que você consegue descobrir como escapar da biblioteca?"