Resenha: A Maldição do tigre - Colleen Houck

29 de junho de 2014
Sinopse: Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.
Título: A Maldição do Tigre | Autora: Colleen Houck | Editora: Arqueiro | ISBN: 978850410266 | Páginas: 344

O livro é muito mais que um romance com implicâncias e aventuras no meio do caminho. É um mundo completamente novo e diferente em que você pode mergulhar e conhecer várias histórias no meio de uma só. É uma narrativa fácil e gostosa da personagem principal, Kelsey. Que por sinal, é uma garota BASTANTE confusa e insegura. A Série dos Tigres é minha saga favorita desde Harry Potter. (Não tem nada a ver uma com a outra, foi só um comentário). Eu realmente nunca tinha gostado ou me interessado tanto por nenhuma saga desde que terminei a saga de J.K Rowling.
Falando dos personagens, eles são maravilhosos e bem planejados. Kelsey como eu disse é confusa e insegura mas é a mais corajosa que eu conheço. Ela enfrentaria tudo por seu amor Ren, cujo verdadeiro nome é Dhiren (Mas isso não vem ao caso), o amor dos dois é muito forte mas será que só o amor é capaz de suportar tudo? O que mais é preciso pra sustentar uma relação?
Dhiren é um personagem bem escrito, é o melhor que eu conheci até hoje de todos os meus romances favoritos. É o mais romântico, inteligente, bonito e atraente. Sabe quando ser "picante" e quando ser "sensível" sem ser atirado ou meloso demais. É de fato um príncipe (Literalmente), mas não grego e sim Indiano.
Um dos fatos mais interessantes da saga é que você nunca teve interesse de conhecer a Índia até ler este livro. A cultura e os deuses, os mitos e a religião. Tudo bem retratado e de forma muito honrada pela autora. Criei um respeito pelo continente e a cultura indianas que eu jamais achei que fosse capaz.
Apesar de em alguns momentos o livro ser bem detalhista, se não prestarmos atenção em cada "mito" Indiano ou história que é contada, algum acontecimento na história passa a não ter sentido. Afinal a autora não incluiria no livro algo que fosse desnecessário para a ligação dos fatos, certo? Um detalhe puxa o outro.
O romance é bem intenso, mas a indecisão da personagem principal me deixou MUITO irritada em alguns momentos. Me fez sentir que Kelsey nada mais é que uma amiga "lerda" e "tonta" que você tenta aconselhar, mas ela sempre se dá mal e chora no final porque nunca te ouve. Mas de qualquer forma você a ama porque é sua melhor amiga e torce pelo bem dela.
Minha relação com Kelsey já de início foi essa, de melhor amiga. Mesmo na linha tênue entre o amor e o ódio criei um carinho muito grande não só por ela, mas por todos os personagens.
A Maldição que o livro conta foi muito bem bolada por Colleen, não é algo óbvio que você entende nos primeiros capítulos e também não é um bixo de sete cabeças tanto quanto entender o por quê de Harry ser uma das Horcruxes de Voldemort. O que eu quero dizer é que não é tão fácil nem difícil de entender, mas gostoso como as coisas se desenrolam.
O interessante é que, embora Kelsey tenha todos os homens aos seus pés e todo o dinheiro e comida do mundo ou o que quer que ela desejar, a tarefa de quebrar a maldição não é fácil. Eles vão sofrer muito e batalhar muito pra tudo ficar bem no final e isso quer dizer que TEM MUITA AÇÃO VINDO POR AÍ.
Neste momento, escrevendo a resenha, eu já li os outros dois livros que sucedem este e estou lendo o quarto livro da série. Mas como percebi que nunca postei resenha nenhuma, não podia começar do último livro, mas sim do começo.
Por isso, já sabendo de como a história se desenrola depois, garanto à vocês: VALE MUITO A PENA LER!

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.