Resenha: Cinquenta Tons de Cinza de E.L. James

30 de janeiro de 2015

Título: Cinquenta Tons de Cinza #1
Autora: E.L. James
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580572186
Páginas: 480
Tradutora: Adalgisa Campos da Silva

Pontuação


Sinopse: Anastasia Steele é uma estudante do último ano de Literatura, com 21 anos. Uma garota recatada, virgem e que divide o apartamento com sua melhor amiga em Portland. Quando ela aceita fazer um favor para a amiga doente ela conhece Christian Grey, um poderoso magnata controlador. E a partir daí toda a vida dela se transforma. O que ela não sabe é se gosta ou não de tanta mudança. 
    A primeira impressão que eu tive é que este livro seria difícil de falar sobre ou de resenhar, afinal, há milhões de pessoas que gostam e outras duas milhões que não gostam do livro. Até eu mesma não criei expectativas no começo e, confesso, houve uma época em que eu não tinha interesse nem em ler a sinopse da história. Mas vi o livro em uma promoção que me fez questionar "Por que não?" e cá estou eu, prestes a contar pra vocês o que eu amei e o que eu não gostei no livro.
    Preciso elogiar a autora pois a ideia é muito original, apesar de que após o lançamento do livro saíram mais outros 500 com a mesma temática. A questão é que é um romance diferente dos que eu estava acostumada a ler. A coragem de Erika ao jogar no mercado literário uma história como esta sabendo que hoje os adolescentes leem mais que os adultos é extraordinária. Quebrando muitos tabus que, infelizmente, a sociedade ainda tem no que diz respeito a sexo. Por quê não um livro falando de sexo? Por quê não tratar do assunto de forma casualmente? Afinal, duas pessoas não precisam se casar e serem amáveis perante a sociedade apenas porque gostam de transar um com o outro. Por quê não, então, o sexo casual? Mas isso é assunto pra outra hora, e, questão de opinião.
    Eu gostei da escrita detalhada sobre as ações, e a criatividade a respeito dos "Gostos Peculiares" de Christian, tanto quanto gostei do personagem. Apesar de excessivamente controlador e ciumento, ele é um homem arrebatador e sedutor até na sua respiração. Exatamente o tipo de personagem que faltava no meio literário que, ultimamente, tem estado muito romântico do tipo namoradinho-dos-sonhos. Christian não é um garoto, era o que eu precisava ler: ele é um homem de tirar o fôlego.
    A autora me agradou muito sendo detalhista nos momentos certos, mas não revelando nada que não precisasse ser revelado. Afinal, muitos autores de séries e trilogias cometem o erro de revelar coisas demais no primeiro livro, não deixando tão interessante no segundo. Mas E.L. James soube me conquistar para ler Cinquenta tons mais escuros: revelou só o que precisava ser revelado. Quase como um convite para descobrir no segundo volume os mistérios de Christian Grey.
    Outro ponto positivo do livro é que as cenas quentes não são absurdas e tão chocantes como quem ainda não leu imagina. Pelo menos no primeiro volume da série (ainda não li os outros) o sadomasoquismo não é tratado ao pé da letra totalmente. O que pra alguns leitores pode ser também um ponto negativo (questão de opinião). Eu, por exemplo, não esperava nada do livro, por isso gostei. Agora se você criou mil expectativas sobre sexo selvagem, leia o kamasutra e não Cinquenta Tons.
    Apenas duas coisas me incomodaram durante a leitura: 1º O uso de algumas expressões repetidamente sem necessidade e; 2º Erika pecou onde a maioria das escritoras mulheres também erram: criam personagens muito frágeis, confusas e "santinhas". É aceitável que para uma temática como esta, fica interessante um sadomasoquista X uma garota virgem como a Ana, porém, em alguns momentos sua ingenuidade atrapalha o clima das melhores cenas e nos faz ficar questionando "Que diabos ele viu de tão excitante numa garota sem sal como ela?" Porque, cá entre nós, ela ainda não aprendeu seduzir e espero que a personagem evolua no segundo livro. Que eu pretendo ler logo.
    Então é isso, nada é, afinal, 8 ou 80.




6 comentários:

  1. Eu me apaixonei pelo Grey e tudo que ele fazia, me viciei na estória e agora que já terminei a trilogia quero reler <3 E o filme? Estou ansiando por ele logo haha.
    Bela Resenha
    http://garotaliterary.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mal posso esperar pra ler o segundo livro. E, provavelmente vou comprar meus ingressos pro filme ainda hoje, haha!
      Muito obrigada pela visitinha, fofa.

      Beijão!

      Excluir
  2. não li o livro, mas dizem que e muito bom por ter muita coisa legal, vou tentar ver o filme, gostei de seu blog posso homenageado em meu blog? se puder de uma passadinha lá. http://linuxbugone.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja o filme sim, Rodolfo. O livro é muito interessante e espero que o filme também seja. Fique à vontade para homenagear o blog, vou adorar ver isso. Beijos!

      Excluir
  3. Oie Thaísa,

    Bom primeiro eu nunca queria ler esse livro, mas tenho uma amiga na sala que ela só ler livros com essa temática e tipo de tanto ela falar eu criei coragem e estou a procura desse livro, já estou mega ansiosa pra assistir ao filme, não gosto muito de personagens santinhas, elas são meio e chatas hahah.

    Mayla
    Meulivromeutudo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mayla, dê uma chance. É um livro encantador, apesar de "estranhar" no começo você vai se apaixonar pela história, que vale muito a pena.

      Abraços.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.