Resenha: A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo

10 de novembro de 2015
Título: A Moreninha
Autor: Joaquim Manuel de Macedo
Editora: Gold
Coleção Clássicos da Literatura
ISBN: 8598559067
Ano: 1844 (minha edição é de 2004)
Páginas: 144
Onde comprar: Buscapé 
Sinopse: "Augusto é um namorador incorrigível. Até que conhece Carolina, a Moreninha. A partir daí, o rapaz é seduzido pelo encanto da moça e, pela primeira vez, descobre o real significado da palavra amor. É assim, sem conflitos e com final feliz, que se desenvolve a obra de Joaquim Manuel de Macedo. A história é singela e divertida, com os elementos característicos de folhetim, que o escritor ajudou a popularizar no século XIX."
    No começo do ano fiz uma lista com todos os clássicos da literatura que eu gostaria de ler e fracassei na missão de adentrar as obras dos grandes escritores brasileiros. Pois mesmo fugindo, por medo da linguagem e do cenário de uma época distante, a curiosidade me venceu e resolvi começar pelo romance de Joaquim. Mal sei por onde começo dizer o que achei do livro, já que o amei do começo ao fim.
    A história tem início quando Felipe convida seus amigos a passarem com ele o fim de semana na ilha de sua avó e então faz uma aposta a Augusto, que recusa o passeio de primeiro momento, e diz que se o mesmo voltar da ilha apaixonado e nutrir sentimentos por alguma de suas primas por um mês inteiro este lhe deve escrever um romance. Do contrário a mesma pena teria de cumprir Felipe. Mas nosso protagonista é namorador, aparentemente nunca amou mulher alguma por mais de três dias, só que ele ainda não conhecia Carolina.
    Apesar da linguagem típica dos habitantes do Rio de Janeiro na primeira metade do século XIX e diálogos poéticos e muito bem trabalhados, a escrita não é tão difícil quanto eu imaginava. Me senti confusa apenas no primeiro capitulo e foi só o que eu precisei para me sentir familiarizada com o contexto da obra, que é bem simples e de uma comunicação muito acessível.
    Podemos enxergar na obra os clichês de uma comédia romântica, que nos permite identificar bastante com a obra e mesmo com os costumes diferentes de interação entre amigos e namorados, a essência é a mesma e isso torna o livro muito engraçado e divertido. Mas também deveras emocionante. Impossível ler e não se apaixonar também, junto de Augusto e D. Carolina.
 " Amor?... Amor não é efeito, nem causa, nem princípio nem fim, e é tudo isso ao mesmo tempo; e uma coisa que... sim... finalmente, para encurtar razões, amor é o diabo... "
    Não espere uma escrita detalhista e diálogos superficiais, não, o autor descreve apenas o suficiente para criar o ambiente que nos quer transmitir e os diálogos por sua vez são bem diretos e sinceros. Ainda sim encontramos muita verdade e sentimento em cada fala, conseguimos captar a profundidade dos personagens mesmo que eles nos sejam mostrados de uma maneira limpa e crua. É tudo muito vem trabalhado, apesar de simples. Uma obra sensacional, que todos deveriam ler, pelo menos, uma vez na vida. Mas que eu pretendo reler milhares.
"...Amor é um menino doidinho e malcriado que quando alguém intenta refreá-lo, chora, escarapela, esperneia escabuja morde, belisca, e incomoda mais que solto e livre; prudente é facilitar-lhe o que deseja, para que ele disso se desgote; soltá-lo no prado, para que não corra; limpar-lhe o caminho para que não passe; acabar com as dificuldades e oposições, para que ele durma e muitas vezes morra. O amor é um anzol que, quando se engole agadanha-se logo no coração da gente, donde, se não é com jeito, o maldito rasga, esburaca e se aprofunda."

31 comentários:

  1. Oiii, eu adoro esse autor, li aquele livro A Luneta Mágica, em breve vou postar a resenha daquele livro se quiser olhar quando estiver já.
    E sobre esse livro, acho puro amor, sério é um clássico, infelizmente não li ainda, mas está na minha lista enorme, prefiro muito esse tipo de livros.
    Beijoos
    http://segredosliterarios-oficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Morgana eu acho que você vai adorar, já que gosta de clássicos.

      Excluir
  2. Thaísa eu adoro esse seu delineado gatinho da foto lá em cima <3
    Li esse livro ainda na época do colégio, como vários outros da literatura brasileira.
    Confesso que foi uma das minhas leituras favoritas, mas vejo que gostou bastante.
    Eu achei o livro apesar de bom, com uma escrita rebuscada e tudo. Mas falta aprofundamento da obra, dos personagens. Achei tudo muito superficial e sem cor.
    Beijo
    www.livricios.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Poli, muito obrigada, fico feliz que tenha gostado (demorei pra aprender!)
      Eu acho que foi intencional não aprofundar-se nos personagens, acho que o objetivo dele era trabalhar mais nisso nos próximos livros, pois, já que foi o primeiro romance da literatura brasileira, o livro foi exemplo pra muita obra sucessora. A Moreninha, creio eu, ter sido só uma abertura para todo um jantar, entende?

      Excluir
  3. ai esse livro, eu amo ele, precisei ler para alguns trabalhos de literatura no ensino médio hahaha ótima escolha!

    Beijos,
    rodoviadezenove.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu li esse livro na escola e na faculdade e pra ser sincera, acho muito chatinho... desde adolescência, esse era um estilo que não me agradava muito.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu li esse livro no primeiro ano do segundo grau e tenho um carinho todo especial por ele. Nunca consegui reler por falta de tempo, mas tenho a mesma edição até hoje <3 Livro muito fofo!

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julia, quando puder, releia e se delicie novamente com a história. Talvez perceba coisas que na primeira leitura, deixou passar.

      Excluir
  6. Quem não leu esse livro no ensino médio, né? hahaha É maravilhoso, eu amei quando li e estou pensando em reler. Adorei sua resenha.

    www.thunderwave.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dany, eu só fui ler agora, acredita? Fugia dos clássicos quando mais nova.

      Excluir
  7. fico até contente em ver resenha de livros clássicos nacionais, em meio a essa avalanche de literatura 'teen' rsrssr
    maaas, apesar de curtir a escrita de Alencar, a moreninha não foi minha leitura preferida dele, foi a que menos gostei até agora...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, sério isso? E qual foi a que mais gostou?

      Excluir
  8. Thaísa, seu blog e suas resenhas estão cada dia mais sensacionais, parabéns!
    Amo ver as pessoas investindo mais na literatura brasileira e fiquei muito contente quando vi a publicação da resenha de Moreninha. Apesar de ser um clássico, é uma leitura muito leve e gostosa de ser feita. Foi um ótimo investimento e mal posso esperar para fazer mais leituras quanto essa.

    ResponderExcluir
  9. Eu quase li esse livro na época do colegial, mas no fim das contas acabei dando prioridade às leituras do colegial e depois veio a vida e A Moreninha ficou pra trás, o que é uma pena. Que bom que existem resenhas de livros como esse em nossos blogs, eu por exemplo nem lembrava mais e agora fiquei com vontade de ler.

    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  10. Eu lembro que eu li esse livro em 2012 a muito tempo foi bom ler a resenha e relembrar do livro.

    ResponderExcluir
  11. Ola. Gosto de literatura brasileira mas não sou tão chegada a ela. Gostei da sua resenha uma ótima premissa como estou mudando meu estilo de leitura acho que vou ler ele logo logo. Muito obrigada pela dica.

    Beijão da Lari
    brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oie
    Menina como eu amo esse livro... é um dos livros clássicos nacionais que eu mais gosto. A sua resenha está muito boa, parabens.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  13. Que diferente ler uma resenha desse livro. Eu leio pouquissímas resenhas de classicos na net (preciso mudar isso) então ver a sua da vontade de correr e ler logo.
    Só ouvia falar sobre o livro e o autor, mas a história em si eu não conhecia.
    bjs bjs

    ResponderExcluir
  14. Que bom que tu gostaste lá do post do Coldplay, também amo eles <3

    Puxa, nunca li a Moreninha e tambem tenho uma lista de clássicos pra ler. Me pareceu bem bom mesmo e intenso :)
    bom final de semana :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  15. Esse livro é um amorzinho só. Ele é um dos melhores clássicos que já li e quem não conhece está perdendo tempo pq tem que conhecer. Luciola e o Cortiço lembre que foram livros que gostei de ler também.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
  16. Sou apaixonada por este livro, é um dos meus clássicos preferido.
    A história é meio previsível, mas não tem como não amar os personagens *-*

    ResponderExcluir
  17. Ah, os clássicos. Mais uma vez digo que tenho relação de amor e ódio com estes tão consagrados. Moreninha está na minha lista de futuras leituras, já que não tive a oportunidade ainda.
    Sim, eu estava preocupada com a linguagem como todo mundo fica diante de tais livros, agora estou tranquila em saber que o livro certamente fluirá bem rs

    E essa citação? Ah, o amor ...
    "Amor?... Amor não é efeito, nem causa, nem princípio nem fim, e é tudo isso ao mesmo tempo; e uma coisa que... sim... finalmente, para encurtar razões, amor é o diabo... "

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Não sou fá de clássicos, portanto não sei se leria... Mas gostei do enredo e parece ser bastante interessante, espero que, caso algum dia eu leia, mude minha visão sobre os clássicos da nossa literatura...

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu não li muitos clássicos nessa minha vida ainda, mas espero ler mais algum dia kkk E a sua resenha me deixou animada, pois deu para ver que esse é um clássico que me agradaria, só é uma penas eu não ter ele em casa ainda :/

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  20. Olá,
    Tenho trauma destes tipo de livro, odiava todos na época da escola, um ou outro se salvava então acho que não tentaria a leitura deste novamente.

    ResponderExcluir
  21. Realmente este livro é muito lindo. Mas nos acostumamos com outros tipos de leituras, então causa um estranhamento no início. Normal. Gosto muito do José de Alencar. Bjnhs.

    ResponderExcluir
  22. Oii!

    Não conhecia o livro e também não fiquei com muita vontade de ler.
    A capa é linda e a sua resenha ficou ótima, mas a sinopse não me conquistou :/
    Dessa vez vou deixar passar.

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  23. Eu ganhei este livro da minha mãe aos seis anos de idade, ele é muito bom, mas perdi o meu e queria poder reler ele de novo mas não consigo encontrar em lugar algum.
    Você sabe me dizer quem ou onde vende? do mesma jeito com a mesma capa? por favor se puder me ajudar me contate pelo email: zainenevesteixeira@gmail.com

    ResponderExcluir
  24. Olá, eu ganhei este livro da minha mãe aos seis anos de idade e quero muuuito poder reler, mas perdi o meu e não consigo encontrar para comprar em lugar algum, com a mesma capa, do mesmo jeito da foto do seu blog, se puder me ajudar por favor, me contate pelo e-mail: zainenevesteixeira@gmail.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.