Resenha: O Príncipe Congelado de Raigor L. Ferreira

7 de dezembro de 2015
Título: O Príncipe Congelado
Autor: Raigor L. Ferreira
Editora: Independente
ISBN: B015TJ7GVC
Ano: 2015
Páginas: 9
Leia: Amazon
SkoobClique aqui
Sinopse: "Nas terras longínquas do Reino de Arvoredo, os habitantes já estavam acostumados com um príncipe fora do tradicional. Phelipe, o herdeiro superestimado do trono tinha uma condição exótica e que fazia os moradores do Reino se perguntarem: “Como alguém pode ser tão gelado?”. A resposta para a pergunta não era simples e esmerada. Na verdade, era muito complexo entender o que tornara a majestade, um homem tão frio e indiferente."

     Em poucas páginas, o pouco que pude conhecer da escrita de Raigor me convenceu de que ele tem o que um bom autor precisa ter. Apesar de uma narrativa simples e direcionada ao público infantil, sua escrita é excelente e me lembra os bons clássicos da Disney.  Apesar de tão pouco parecer com algum deles.
     O enredo ora me lembrava Frozen: Uma aventura congelante e ora me lembrava de Hora de Aventura, confesso, por pequenos detalhes. Mas são três obras que não se podem comparar e são maravilhosas em suas diferenças. O Príncipe Congelado tem tudo para ser um livro maravilhoso se for bem trabalhado, eu adoraria que ele fosse adaptado em uma versão mais detalhista e direcionada ao público adulto. Mas ao mesmo tempo, fui feliz só imaginando cada cena.
    O interessante do conto é que mesmo sendo simples, direto e infantil, traz um tema legal de ser discutido. Como a indiferença das pessoas e quais os traumas de seu passado as tornaram o que elas são. Nos faz pensar e acreditar que as pessoas podem ser transformadas quando tocadas pelo amor.
    Não posso me deixar prolongar, afinal, o conto é curto e eu corro o risco de contar spoilers. Então o que eu posso dizer é que adorei e recomendo muito a leitura para todas as idades e gostos, basta você manter a imaginação bem aberta para captar toda a mensagem maravilhosa que o autor nos transmite através deste conto.

4 comentários:

  1. Não sei o porquê, mas sempre que via a capa e o título dessa obra eu pensava em O Pequeno Príncipe. Sem falar que achava que era um livro com mais páginas.
    Enfim, amo esses contos mais infantis, principalmente que eles sempre passam uma mensagem. Qualquer dia desses irei lê-lo, com certeza <3
    {caosologia}

    ResponderExcluir
  2. Olá, florzinha. Como cê tá?
    Eu gostei muito do conto. Sua resenha fez com que eu me sentisse tocada por ele. Agora quero conhecê-lo, lê-lo para minha sobrinha... E gostei do que você citou. De cara realmente lembrei de Frozen, e se formos olhar um pouquinho mais para o príncipe, lembrei de Finn também. São apenas mais motivos para eu ter certeza de que adorarei adquirir o conto. Como faço?

    Com carinho, Celly.
    [ me livrando - se livrar nunca foi tão bom ]

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Primeiramente parabéns pela resenha, ficou ótimo, segundo que eu estou com MUITA vontade de ler esse livro, só estou vendo comentários positivos e elogios ao autor, e confesso que depois da sua resenha fiquei com ainda mais vontade de ler logo, hahaha.
    Estou seguindo e adorando o blog!
    Beijos.
    Tenho um blog sobre filmes, series e cultura no geral. Se puder dar uma conferida eu ficarei muito grata: http://cineleva.blogspot.com.br/ :)

    ResponderExcluir
  4. Oiiie
    Poxa, deve ser um conto muito fofo, gostei da capa e do enredo e sua resenha me deioxu bem curiosa haha uma graça

    Beijos
    [http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.