RESENHA | Harry Potter e A Câmara Secreta

15 de março de 2016

Sinopse: "Os Dursley estavam tão anti-sociais naquele verão, que tudo o que Harry queria era voltar às aulas da Escola de Bruxarias de Hogwarts. No entanto, quando já terminava de fazer suas malas, Harry recebe um aviso de um estranho chamado Dobby, que diz que um desastre acontecerá caso Potter decida voltar à Hogwarts. Harry não liga para aquela mensagem e o desastre realmente acontece. Naquele segundo ano estudando em Hogwarts, novos horrores surgem para atormentar Harry, incluindo o novo professor Gilderoy Lockhart e um espírito chamado Moaning Myrtle, que assombra o banheiro feminino, além de olhares indesejados da irmã mais nova de Ron Weasley, Ginny. Todos esses problemas, no entanto, parecem menores quando o verdadeiro problema começa e algo transforma os alunos de Hogwarts em pedra. Dentre os suspeitos: o próprio Harry. Descubra o fim desta aventura emocionante."
Título: Harry Potter e a Câmara Secreta | Autora: J.K. Rowling | Editora: Rocco | ISBN: 9788532529961 | Páginas: 252

   Quem me acompanha já sabe que eu estou participando do Projeto Lendo Harry Potter, no meu caso relendo, ciado pela Jú do Nuvem Literária. Bom, o mês passado eu reli e resenhei A Pedra Filosofal (link aqui) e hoje eu vou falar do segundo livro da série.
    A narrativa da autora continua no ritmo perfeito. Aventura; mistério; comédia; perigo e ação tudo no tempo certo e uma dosagem incrível, Ela consegue ser detalhista sem deixar o livro cansativo e a escrita flui maravilhosamente. Incluindo fatos do primeiro livro, discreta e brevemente, apenas para que não esquecemos de algumas coisas. Uma vez que crianças também leem o livro, a intenção foi facilitar.
    Continuo não tendo o que reclamar do enredo, que, apesar de eu conhecer bem, foi uma delícia de ler. Já conhecia a história e vi o filme tantas vezes que posso repetir as falas, mas a emoção durante a leitura continua sendo a mesma ou até maior. Mas, recentemente, algumas pessoas apontaram suas dúvidas no grupo do projeto e eu achei bacana trazer as ressalvas para a resenha: Como Hermione tomara conhecimento do mundo bruxo? E será que reagira com naturalidade ao saber que era, ela mesma, uma bruxa? O que seus pais pensaram do assunto? Seria um deles um aborto, como Filch? (Fica a dica para os escritores de fanfic).
    Vou explicar melhor: Mione é filha de pais trouxas, assim como o Harry a vida toda foi criado por trouxas e nós sabemos a reação dele e como foi confuso no começo entender que a sua realidade era bem maior do que ele imaginava. Então fiquei pensando, como teria sido para Hermione? Uma vez que não é mencionado nos livros. Como será possível nascer um bruxo sem que ele seja descendente direto de outro bruxo? Fiquei curiosa e vocês? Quais suas teorias a respeito disso?
    Voltando ao livro... a única coisa que me incomodou foram as adaptações da tradutora. Por exemplo, todos conhecemos a Plataforma 9 ³/4, mas na minha edição ela é descrita como Plataforma Nove e meio. Creio que também tenha sido em prol de facilitar a leitura para crianças, mas não gostei de algumas adaptações. Já em comparação ao filme, pra quem ainda não leu os livros: algumas falas foram trocadas. Na cena em que é explicado o que significa ser um "Sangue ruim" boa parte da explicação vem originalmente de Rony, quando no filme quem explica é Hagrid. Fora isso, o filme é bem fiel e o livro maravilhoso. Todos deveriam ler Harry Potter antes de morrer.

4 comentários:

  1. Ganhei o box do namô e não comecei ainda! =(
    vai ser muito nostálgico ler tudo de novo, mas to ansiosa!

    Follow Cíntia

    ResponderExcluir
  2. Thaisa, tambem adoro HP. Acho que a Hermione é curiosa ao extremo e inteligente. Quando recebeu a carta, creio que alguém deva entrar em contanto para explicar como funciona a escola, onde comprar os livros e creio que como a Hermione é curiosa, ela deve ter feito muitas perguntas e também muitas pesquisas, contanto que ela cita o livro, Hogwarts uma história quando fala do céu enfeitiçado do grande salão de Hogwarts. Ela não quis parecer um peixe fora da agua. ;)
    E sobre a magia, creio que talvez algum ancestral dela foi bruxo e talvez a magia aflorou nela, depois de muitos anos adormecida. Como um gene recessivo.
    Vish, falei demais!
    Bjs

    www.achadosdamila.com.br

    Fanpage - Achados da Mila

    ResponderExcluir
  3. hahahaha esse todos deveriam ler eu não estou inclusa, não curto o famoso bruxinho hahahahaha
    mas enfim... flor, tu esqueceu de linkar a resenha do primeiro livro... acho que vi teu post falando que ia participar do projeto... aos fãs, deve ser bacana revisitar toda a série ^^
    bjs...

    ResponderExcluir
  4. Thaísa, também estou participando do projeto.
    Ainda não postei resenha, mas está sendo muito bom voltar a HP e adorei sua resenha.
    Tem um gostinho muito bom de nostalgia.

    Lisossomos

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.