Resenha: O céu noturno em minha mente, Sarah Hammond

25 de abril de 2016

Título: O céu noturno em minha mente | Autora: Sarah Hammond | Editora: Galera Júnior | Páginas: 288
Sinopse: "Mikey Baxter tem 14 anos, mas muitas coisas o diferenciam dos outros garotos da sua idade. Para começar, o pai está na prisão e a mãe se recusa a falar sobre o assunto. Ele sabe que, de alguma forma, isso está ligado à cicatriz em sua cabeça e ao fato de ele parecer ter mais dificuldade em entender certos assuntos do que os outros. Quando um misterioso assassinato ocorre em sua cidade e Mikey é o primeiro a chegar à cena do crime, ele não sabe o que pensar. O que o levou até ali? Quem teria matado o morador de rua da cidade, que parecia nunca ter feito mal a ninguém? E quem era o homem caipira que estava nos arredores?"

Livro cedido em parceria com a editora Galera Record para resenha 

    Raramente leio livros de infanto-juvenil, confesso, mas nenhum do gênero me decepcionou até agora e por este motivo fiquei muito curiosa para conhecer melhor a história de Mikey. Geralmente livros assim são carregados de sensibilidade e metáforas, mas sempre encontramos nos enredos encontramos assuntos que precisam ser mais discutidos. Como bullying, suicídio entre tantos outros, mas ver tais assuntos pela visão de uma criança mexe com a nossa percepção das coisas. É delicado, mas delicioso ver como eles enxergam, mesmo que os livros sejam escritos por adultos.  
    Mikey é especial de várias formas. Pra começar seu pai está preso há alguns anos por ter feito algo muito ruim e que ele não sabe exatamente o que é, mas eles não se vêem ou se falam. Sua mãe tem bebido muito recentemente e está prestes a sofrer um colapso e também proíbe o menino de falar sobre o pai. É a regra deles. Além disso Mikey tem visões do passado, o que ele chama de Pra Trás, e ouve os segredos das sombras, elas o atormentam. E somado a tudo isso ele estuda em uma escola para crianças especiais, porque é um tanto atrasado para a sua idade (14) e na escola "normalista" todos caçoam dele. Você pode imaginar também que ele não tem muitos amigos, mas tem o seu cachorro Timmer e uma socó que é o seu segredo.
    O livro começa se desenrolar quando Mikey encontra um corpo. Mas não qualquer corpo e nem de qualquer forma, porque de algum jeito ele já sabia que o corpo estaria ali e isso complica tudo, muda completamente o quadro. Ele quer descobrir o que houve na cena do crime e também quer entender o que aconteceu com o seu pai, mas toda vez que o Pra Trás lhe dá pistas as visões o fazem sofrer, pois elas nem sempre são boas. Até que ele conhece novas pessoas e "parceiros" que vão o fazer sentir um pouco melhor.
    Fui fisgada para dentro da história como um peixe arrebatado por uma isca extremamente atraente. O suspense do livro (que, apesar de não ser meu gênero favorito) me fez devorar uma página atrás da outra e eu terminei o livro em uma só tarde maravilhosa. Não conseguia tirar os olhos do livro até que descobrisse e ligasse todos os pontos do mistério que a autora criou e, por sinal, criou muito bem. 
   A narrativa é muito gostosa e Sarah soube como juntar as coisas e trabalhar todos os núcleos de personagens presentes no livro, não deixando pontas soltas no final. Só achei que ela deveria ter trabalhado melhor ou explicado melhor o que fazia de Mikey um garoto tão especial e diferente (além do seu dom), fiquei na dúvida se ele era autista ou algo parecido. O fato é que sua mente é muito atrasada para sua idade, então é como se estivéssemos lidando com um garoto de 8 anos. Não que isso seja ruim, mas não foi mencionado no livro e eu senti falta.
    O livro chama a atenção para o abuso psicológico que crianças especiais sofrem por parecerem ingênuas e indefesas. Nos faz pensar em como as pessoas podem ser tão maldosas a ponto de iludir quem não pode se proteger e fazer mil e uma promessas por puro egoísmo. Chega a ser emocionante ver o quanto Mikey se esforça para entender o que está acontecendo e enxergar quem é bom e quem é mau já que ele não compreende como uma pessoa pode dizer algo e fazer outro completamente diferente. 
    O final é arrebatador e de tirar o fôlego, jamais poderia ter imaginado um desfecho melhor. Também me surpreendi com meus próprios pré-conceitos sobre alguns personagens. É sem dúvidas uma  recomendação a todos que gostam de suspense e infanto-juvenil. Uma leitura engrandecedora apesar de parecer tão inofensiva de início. 

23 comentários:

  1. Olá,

    Eu não leio muito livros infanto juvenil, mas preciso dizer que esse realmente me deixou interessada. Gosto de personagens mais complicados, que sofrem algum preconceito porque isso na maioria das vezes abre nossas mentes. Fiquei muito curiosa para saber sobre o dom dele e eu acredito que também gostaria de saber qual doença/síndrome ele tem. Só fiquei curiosa, ao fato da narrativa, é fácil e fluída? Ou se torna confusa em alguns momentos? Ah e a capa é bem bonita, tem todo esse ar infanto juvenil mesmo.

    Abraços
    http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viviane, perdão não ter mencionado isso na resenha (falha a minha), mas sim. A narrativa é extremamente fluída e fácil.

      Excluir
  2. Oi, Thaísa! Que blog lindo o seu! Estou apaixonada por tudo, você tem muito bom gosto. Sobre a resenha em si, concordo muito com você! Li este livro recentemente e gostei tanto dele que estou indicando para todo mundo. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Monalisa, eu também adoro o seu! E livro bom é sempre uma delícia indicar, né?

      Excluir
  3. Primeiro lugar: como assim eu não conhecia seu blog? Estou apaixonada!
    De volta ao assunto, logo pela capa e sinopse já fiquei interessada no livro e terminei de ler a resenha já querendo.
    Realmente o lado bom de literatura infanto-juvenil é que ela nos sensibiliza para assuntos que as vezes olhamos e não conseguimos enxergar.
    Amei sua escrita1

    Beijos,
    S de Sarah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Sarah que bom ter você por aqui, fico feliz que gostou do blog. Volte mais vezes <3 Sério que gostou da escrita? Hmmm tenho planos pra ela.

      Excluir
  4. Oi, Thai!

    Já li muitas resenhas sobre esse livro e, pelo que as pessoas dizem, ele deve ser ótimo, pois todas as resenhas falaram muito bem dele.
    Mas eu sinceramente sinto que essa história não é pra mim.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Sandra, que pena, pois é um livro ótimo mesmo. Se algum dia mudar de ideia, a dica tá ai...

      Excluir
  5. Amo livros de fantasia e quero aos poucos me aventurar em livros infantis... Quero um dia ler esse livro, infelizmente não passei no processo seletivo da Galera, mas fiquei mega feliz quando vi que passei na Arqueiro.

    Não vejo a hora de ler esse livro e claro bela resenha... Parabéns.
    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  6. Nossa que delicia foi de ler essa resenha, o livro deve ser muito gostoso de ler, apesar de não ser um gênero que leia muito irei colocar na lista.
    Bejos

    ResponderExcluir
  7. Oi Thaísa, tudo bem?
    Adorei muito a a sua resenha e fiquei com muita vontade de ler o livro, o personagem parece ser daqueles que são superfofos e todo mundo gosta. A capa também é linda e chama bastante atenção. Espero conseguir lê-lo ainda esse ano.

    ResponderExcluir
  8. Oi Thaísa,
    Gostei muito da Resenha. Nunca tinha ouvido falar do livro. Acho que não leria ele no momento por ter achado o tema um pouco pesado pra ler agora, mas vou anotar a dica...
    Beijos
    Blog Relicário de Papel
    relicariodepapel.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Thai!
    Esse livro está para chegar aqui em casa e estou completamente louco para lê-lo. Amo infanto-juvenil, principalmente por sempre tratarem de temas importantes de serem abordados, mas de uma forma sútil, e muitas vezes pelo olhar ingênuo de uma criança.
    Adorei a resenha!

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oiii Thaí, tudo bem linda?
    Eu sou completamente louca para ler esse livro, acho incrível o tema que é abordado e sempre quando posso estou procurando partes para ler, sua resenha ficou incrível e aumentou a minha vontade de ler.
    Beijão

    ResponderExcluir
  11. Que livro, einh?
    Bem intensa essa leitura. Gosto de livros que abordam temas polêmicos.
    Adorei. Quero pra ontem!

    Beijinhos...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Me arrependi amargamente de não ter escolhido esse livro pra minha estante, sério. Na hora o enredo me pareceu pesado demais, mas depois de ler a sua resenha, tenho certeza que ia ser uma leitura boa pra mim.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oioi! Tudo bem?
    Gente, que capa linda do livro O céu noturno em minha mente!
    Eu vi o lançamento e nao imaginei do que se tratava o livro, gostei da premissa.
    Eu nao leio mto infanto-juvenil, mas esse me chamou mto a atenção, ainda mais pelo tema.
    E esse final me deixou curiosa demais.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  14. É segunda resenha positiva que leio desse livro e só fico mais curiosa! Parece ser uma história bem intrigante, ainda mais por se tratar de um infanto-juvenil com ares bem maduros. Adorei o foco em cima do cão do protagonista e a capa tb ficou linda! Agora preciso conhecer esse final! XD

    ResponderExcluir
  15. Oie
    li recentemente e gostei da leitura, apesar de que esperava algo bem diferente mas no fim me passou algumas lições e o personagem é extremamente cativante

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi. Gosto de infanto-juvenis, só não os priorizo, pois se for ler todos os que publicam e que os blogueiros indicam, acho que não lerei outra coisa. O Céu Noturno em Minha Mente tem uma capa fantástica e lógico, um enredo bacana para o público alvo. Se fosse um livro que passasse em minhas mãos, leria linda e fofa, mas não compraria para mim, no entanto, compraria para presentear minhas sobrinhas.

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Eu li esse livro recentemente e como você fui arrebatada pela história de Mikey, fiquei muito envolvida com todo o suspense e cativada pelo personagem. Ele realmente é especial e a mente é atrasada para a idade dele, mas acho que tudo isso é por conta do que ele sofreu, pelo menos eu entendi que o acidente fez isso, sabe? Enfim, é um livro realmente maravilhoso.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  18. Olha que surpresa maravilhosa a resenha desse livro, eu adorei a premissa e pelo personagem ser novo e bem decidido, personagens bem desenvolvidos deixa ainda mais a história emocionante, vou incluir na minha lista. bjkas

    ResponderExcluir
  19. Oi!!
    Não conhecia esse livro, mas já me apaixonei, parece trazer uma história bem marcante, sensível e que envolve o leitor. A capa chamou a minha atenção e já quero conhecer um pouco mais de Mikey.
    Beijão!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.