Resenha: The Walking Dead: A queda do governador - Parte um

4 de julho de 2016

    "Após conquistar milhões de fãs ao redor do mundo e vender mais de 200 mil exemplares apenas no Brasil, a franquia de zumbis mais celebrada da década está de volta. O terceiro - e último - livro, The Walking Dead: a Queda do Governador, promete contar em detalhes o destino desse que é o personagem mais controvertido em um mundo dominado por mortos-vivos. Com seu senso doentio e muito particular de justiça, ele força prisioneiros a lutarem contra zumbis em uma arena, para delírio dos moradores entediados."
Título: A queda do governador parte um | Autora: Robert Kirkman | Editora: Galera Record | ISBN: 9788501100665 |  Páginas: 265 | Skoob | Compre aqui
    
    Resenhas anteriores:

    Chegamos ao terceiro volume da série e Philip Blake, mais conhecido como o Governador, continua controlando Woodbury. Os suprimentos são cada vez mais escassos e alguns membros da cidade estão começando a ficar infelizes, sendo tudo motivo para briga. É no meio de tudo isso que Lilly Caul (também protagonista do volume anterior da série) lidera um grupo de rebeldes com o objetivo de derrubar o atual governante da cidade. 
    O ato foi um fracasso total, pois Lilly e seu grupo foram interrompidos por uma horda enorme de zumbis e só sobreviveram graças ao Governador e então ele continua com o rei na barriga e convence à todos, inclusive Lilly, de que seu modo de governar é o que mantém a cidade de pé. De volta a Woodbury ele investe cada vez mais nas "lutas" que acontecem na arena, como forma de entretenimento à população, mas as coisas estão ficando cada vez mais sangrentas por lá. 

    Os zumbis são praticamente coadjuvantes, pouco aparecem no terceiro livro e quando surgem são tratados como moscas que pouco incomodam e morrem rápido. No meio de uma busca por suprimentos Lilly conhece Austin e à partir daí vemos o desenrolar de um romance completamente desnecessário e que não acrescenta em nada na história, só foi criado para encher linguiça e ponto. 
    Lilly já não era uma personagem lá muito legal no segundo livro (em que ela aparece pela primeira vez), mas no terceiro ela conseguiu ser mais chata ainda. Quando eu achava que ela estava evoluindo e se transformando em uma personagem forte e esperta ela volta ao fundo do poço e a ser uma alienada que acredita em qualquer palavra que lhe dizem. A sorte é que ela não é o foco do livro e outros personagens surgem para deixar a história um pouco mais interessante: Rick; Michonne e Glenn.
    A narrativa do livro é lenta, o desenrolar da história até a metade do livro é mais lento ainda e o livro chega a ser chato até certo ponto. Eu praticamente não tinha encontrado nada que servisse como incentivo até a página em que Michonne; Rick e Glenn aparecem pela primeira vez. No começo eles são só convidados, intrusos e ninguém sabe seus respectivos nomes, até que as descrições dos personagens são dadas e mais tarde os nomes são ditos. 
    A chegada dos três foi o ponto alto do livro, porque é quando as coisas começam a ficar realmente interessantes. Porém um tanto nojentas também. Michonne por exemplo é torturada (e eu só vou dizer isso, pra não dar spoilers) pelo Governador e na primeira cena dos dois juntos eu senti tanto nojo, mas tanto nojo que eu mal conseguia acreditar como é que pode existir um vilão tão vilão que não seja possível gostar dele nem por um mísero segundo. Não nos livros, de jeito nenhum, 
    Da metade em diante o livro correu bem rápido e eu realmente aproveitei a leitura, mas como a narrativa alterna em alguns pontos de vista minha vontade era simplesmente ignorar todas as cenas de Lilly e Austin porque ninguém merece. O final, por outro lado, foi triunfante. Um final perfeito em um livro ruim, que foi praticamente o que me fez dar três estrelas. Não quero dar spoilers, mas digamos que a Michonne realmente é uma das melhores personagens da série inteira tanto na série quanto nos livros, mas ali nas ultimas páginas ela me deixou arrepiada dos pés à cabeça. 
    A diagramação do livro está ok, com folhas amareladas e a fonte em perfeito tamanho. Gostei da capa e só pretendo ler os próximos para saber o quê diabos vai acontecer com Rick e seu grupo.

17 comentários:

  1. Olá!
    Eu ganhei um box com os 3 primeiros livros da série e acredita que vendi? Na época eu nunca tinha assistido The Walking Dead e tentei ler o primeiro livro, mas a narrativa lenta me fez desistir. Hoje eu sou completamente apaixonada pela série de tv e me arrependo tanto de ter vendido, que vc não faz ideia kkkkk
    Sua resenha me deixou curiosa, tem alguns personagens que não conheço, só lendo o livro para saber. E a Michonne é realmente incrível. Fiquei curiosa sobre o final.
    Espero ter oportunidade de ler os livros em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oiii Thaísa, como vai menina?
    Infelizmente não tenho muito interesse em realizar a leitura desses livros, não consigo gostar tanto de zumbi, só em filmes e olhe lá. Quem sabe um dia darei uma chance, parabéns pela resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oiiii
    Meu namorado é mega fã da série e tem todos os livros rs
    Eu já não gosto muito de zumbis, por mais que digam que The Walking Dead não é só isso, ainda não tomei coragem para ver a série e nem ler os livros.
    Mesmo assim, gostei da sua resenha. Conseguiu despertar minha curiosidade rsss

    Beijooos

    ResponderExcluir
  4. Não curto muito livros com essa temática. Porém, sua resenha ficou muito boa, e eu fiquei com uma certa curiosidade
    Beijos

    http://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. cara, Lilly é um SACOOO. haushauhsuahuahsuhauh eu tbm antipatizei com ela a primeira vista... e a história vai melhorando do meio pro fim... mas não achei uma leitura chata, só Lilly é. kkkk
    Eu li o quarto volume, mas me falaram que a partir do quinto, a série decai bastante :(
    bjs...

    ResponderExcluir
  6. Oie
    eu curto bastante coisas de zumbis mas nunca tive vontade de ler essa série ou ver, pelo menos não por enquanto mas acho que um dia eu arriscaria sim já que vejo tantos elogios e tal

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Eu li a Ascensão do Governado e gostei bastante. Ainda não cheguei neste mas espero em breve começar essa leitura e claro alguns momentos realmente reviram o estomago, mas acredite ou não consigo dar risadas com algumas cenas desses livros. Fico feliz que sua leitura tenha sido proveitosa.

    Grande Abraço
    oblogcaentrenos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Minha irmã leu esses livros e adorou, me contou um pouco da história, estão na minha fila de espera também.

    Vi seu comentário no post do Blogueiros Geek e fiquei curiosa, o que é #MLI2016?

    Bites!
    Tary Belmont

    ResponderExcluir
  9. Eu sempre gosto de ler/assistir algo relacionado a TWD. Mas ultimamente perdi o pique e nem me interesso mais pelos livros. O que mais me atrai agora são as HQ's que eu recomendo demaaaais.
    beijoos

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Bom, como eu AINDA não li os outros volumes da série e por isso, não vou ler a resenha. Mais com certeza vou voltar pra comentar e te dizer minhas impressões! Beijooo

    ResponderExcluir
  12. Thaísa, não li nada de TWD e nem acompanho a série, mas como meu namorado é meio louco pela série sei algumas coisas.
    Algumas coisas que você falou lembro dele ter comentado.
    Que pena que boa parte da leitura foi lenta, mas que bom que mudou.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Estou acompanhando a serie televisiva, mas tenho vontade de ler os livros. Só que o que flata é tempo e dinheiro pra investir. >_<
    Gostei da resenha, ficarei aguardando as demais.
    Abs
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  14. Oioi! Tudo bem?
    Assisto as vezes The Walking Dead pela TV, mas confesso que um livro da serie nao me anima.
    Acho que a parte visual conta mto pra esse livro e uma leitura nao me satisfaria tanto.
    Uma pena que nao tenha gostado mto do livro, apesar do final ter sido bom.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  15. Não gostei dessa Lilly. o terceiro livro e ela continua boba? Livros com continuação não me atraem tanto, e esse é um dele, agora, a parte que você cita como nojenta, a tortura, me deixou curiosa.

    ResponderExcluir
  16. Eu acompanhava a série no netflix com meu filho, e depois da ultima temporada perdi um pouco o entusiamo, apesar de amar ler, esse não seria uma opção que chamaria a minha atenção, por isso admiro muito quem lê. Bjkas

    ResponderExcluir
  17. Apesar de curtir a série e ter gostado bastante da sua resenha não sei se me agradaria ler os livros. Talvez mude ideia, mas no momento não é prioridade na minha fila de leitura(enoooorme).
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.