Diário: Uma carta do passado

16 de setembro de 2016

    Oi gente, tudo bem? Já faz algum tempo que eu não compartilho coisas pessoais minhas aqui no blog, aliás, esta ainda é uma categoria nova e ainda é algo no qual eu preciso trabalhar mais. Não sei se vocês sabem, mas além de ler eu sou apaixonada por escrever e meu sonho é um dia poder publicar um livro. Não sinto como se eu tivesse uma ideia madura o suficiente ainda pra escrever sobre, mas eu sempre faço alguns rabiscos quando preciso desabafar alguma coisa. Eu desabafo no papel.
    Hoje eu resolvi compartilhar com vocês um texto meu, de aproximadamente dois anos atrás, quando eu estava passando por um momento difícil após terminar um relacionamento. Na época eu me propus o seguinte desafio: escrever, como em um diário mesmo, cada dia meu após o término. Eu escrevi por dez dias e só hoje eu fui reler as palavras antigas, aliás, posso dizer que foi bastante enriquecedora essa experiência: de documentar um período ruim. Me fez pensar, hoje enquanto eu lia, que ficou tudo bem afinal e que eu superei aquele sentimento. 
    Estou pensando em escrever mais coisas pessoais, mais textos e quem sabe até compartilhá-los aqui, então me digam se gostam ou não e o que acham, pra eu saber se eu estou no caminho certo ou não, tudo bem? Aqui vai: 

"Dia 10.

É incrível como todas as coisas se encaixam com o passar dos dias.

   O desespero passou. A vontade incessante de morrer está se esvaindo. O choro preso na garganta está dando espaço para novas sensações. Eu ainda penso nele, mas a cada dia em que eu abro os olhos eu tenho uma percepção mais serena das coisas. Hoje, por exemplo, eu acordei sabendo que eu não preciso de ninguém além de mim mesma pra ser feliz.
   É claro que não tem sido fácil. Tem horas em que o meu coração quer explodir, quer dizer que sente falta, quer correr atrás e então eu choro. E eu não tenho mais vergonha de chorar, eu deixo as lágrimas caírem porque eu sei que é fase, é o movimento da vida. Você precisa deixar que algumas coisas partam, pra que novas coisas surjam.
   A saudade fica, é claro. Afinal, eu esbarro nas lembranças do que vivemos todos os dias e às vezes até me lembro das promessas que fizemos. Mas passa. Dói e eu vou deixar que doa porque eu sei que vai passar. Porque eu sei que para cada dia de dor virão mais dez dias de sorrisos. E que pra cada sorriso venham mais dez mil outros. Sem nunca parar.
   Eu não tinha motivos, eu não queria seguir em frente, mas hoje foi um daqueles dias em que ninguém conseguiu estragar. E eu me deitei pra dormir e as lágrimas não me encontraram, os pesadelos e os medos não me perturbaram e eu soube que tudo ia ficar bem.
   Por que é a vida, não é? As pessoas partem, as pessoas desistem de você. Elas resolvem que não te amam mais e você tem de lidar com isso. Tem que erguer a cabeça e seguir em frente, mesmo que o seu peito grite, mesmo que doa pra caralho, mesmo que você queira morrer. Porque ninguém vai deixar de seguir em frente por você. 
   Ele foi uma pessoa assim. Ele entrou na minha vida e me ensinou coisas maravilhosas, me deu momentos prazerosos e incomparáveis. Mas ele se foi, ele decidiu seguir em frente sozinho e eu não posso ficar sentada aqui segurando uma bagagem que não é só minha. Não posso ficar presa nas memórias que não vão voltar. Eu tenho de seguir em frente também, eu sei disso e, porra, eu juro que eu tô tentando."

24 comentários:

  1. Oi. Espero que logo consiga realizar seu sonho de ser escritora publicada. Concordo, faz parte da vida que as pessoas partam, nos deixe a sós num relacionamento, o amor acabe, mas a vida continua. Curti seu texto desabafo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é muito gratificante "ouvir" isso vindo logo de você que eu admiro tanto!

      Excluir
  2. Nossa você escreve muito bem. Estou gostando dessa sua ideia de expor mais suas coisas pessoais. Compartilho esse seu sentimento de escrever. Muito bom. Adorei mesmo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Ka, fico muito feliz de ler isso!

      Excluir
  3. Desejo que você escreva, escreva e que publique! Acho tão legal ver as pessoas trilhando um sonho. Sobre o texto: só gostaria de pontou uma coisa. Você coloca: " Elas resolvem que não te amam mais". Eu penso que o Outro também está em processo de mutação, por isso é super normal ele seguir por outro caminho. Não que seja intencional. É só a vida.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com seu pensamento, mas levando em conta que meu texto foi escrito há 2 anos atrás e eu estava muito decepcionada... Não iria pensar dessa forma, né?

      Excluir
  4. Poxa menina que cabecinha bacana tu tens. Parabéns e espero que logo menos tenhamos um livro escrito por ti.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Nossa que bela reflexão você teve! Realmente seria um livro e tanto para compartilhar com as outras pessoas... Caso um dia você querer divulgar seus pensamentos "como você já disse" tem o clube dos autores que lança de forma independente e você não paga quase nada, mas as questões de capa e revisão é com a pessoa mesma.

    Voltando! Esses seus pensamentos "pelo que pude sentir" irão ajudar muitas pessoas... Continue assim, você está no caminho certo. Parabéns.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ops: Não paga nada pra lançar pelo Clube dos autores.

      Excluir
  6. Olá,

    Adorei a reflexão, sua escrita é leve e me sentir viajar através dela. Desejo muita sorte e continue fazendo mais textos assim.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  7. Oiii Thai, tudo bem?
    Você não imagina a vontade que eu tenho de ver seu sonho realizado, de publicar um livro e pelo que pude perceber você tem bastante talento e acho isso lindo por demais <3 parabéns pelo texto, em alguns momentos me identifiquei.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Achei muito corajoso de sua parte nos mostrar esse texto de uma fase tão ruim pela qual passou. Isso mostra o quanto você cresceu e que realmente conseguiu superar esse momento.
    Fico feliz por suas palavras e reflexões e tenho certeza que ao reler esse diário que você se deparou com verdades: ada dia de dor virão mais dez dias de sorrisos e que pra cada sorriso venham mais dez mil outros.
    Continue escrevendo dessa forma e com certeza terá o seu sonho realizado.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Oi Thaísa,
    É estranho ler um texto tão pessoal assim de alguém que você não conhece. Mesmo que o texto seja antigo. Eu li uma vez que você sente essas coisas porque você está viva!
    O texto está muito bem escrito e pelo que li aqui, gostaria muito de ler um livro seu.
    Não desista!
    Beijos,
    André, do Garotos Perdidos (www.garotosperdidos.com)

    ResponderExcluir
  11. Olha, eu passei por situação semelhante muitos anos atrás e sei bem das sensações descritas no texto. Mas na época eu demorei bem mais pra deixar a ficha cair, pois estava com problemas de saúde também. Mas, olha, você poderia mesmo tentar passar isso para um livro, sabe, só lapidar, acrescentar, tenta mesmo! E publique, mesmo que em plataforma gratuita, afinal, para chegar no topo da escadaria, temos que pisar no 1º degrau. ;)

    ResponderExcluir
  12. Espero que tu alcance o sonho de ser publicada. O texto é muito bonito e acho que todo mundo já teve um momento assim.
    "Você precisa deixar que algumas coisas partam, pra que novas coisas surjam." A mais pura verdade.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  13. Oii
    Adorei o texto!
    terminar um relacionamento é sempre difícil, mas o importante e ter consciência de que tudo foi bom e seguir em frente. As vezes passamos por isso mais de uma vez na vida. temos que ter força.
    Bjus

    ResponderExcluir
  14. Oii!

    Adorei seu texto. Eu tenho o habito de escrever bastante quando estou passando por alguma situação dificil. É como se aliviasse meu coração transpassar o sentimento para o papel. Agora estou tentando criar o hábito de escrever em boas situações também.

    Espero que realize seu sonho!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Thaísa, menina imagina se você tivesse imaginando uma história...
    Com certeza você deve investir na ideia do livro porque escreve muito bem e consegue prender a gente com esse jeitinho.
    Siga atrás desse sonho.

    ResponderExcluir
  16. Lindo, parabéns! Escrevemos parecido, eu acho. Gostei muito do que li e se passou uma história na minha cabeça. Continue escrevendo!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  17. Nossa que texto lindo! " Eu não posso carregar uma bagagem que não é só minha..." Menina quero ler seus títulos públicar. Sem palavras com seu texto, refleti mt sobre tomar a decisão é seguir em.frente.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Mulher eu nem sabia que você tinha esse sonho, sério! amei seu texto ele é profundo e traz uma certa calmaria, você é boa nisso Thaí <3

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.