Deveria ser proibido sentir saudade

5 de outubro de 2016

Foto: Volkan Olmez
   Deveria ser proibido sentir tanta saudade assim. Eu não consigo entender como é que algo metafísico provoca tanta dor na gente, não consigo entender quando mesmo magoado com alguém sentimos falta do cheiro, do abraço, da voz e principalmente da sensações que aquele ser provocava na gente. Não consigo assimilar o fato de que ontem eu tinha você nos meus braços e hoje não tê-los ao meu redor me machuca tanto. 
    É inaceitável que duas pessoas que se amam se machuquem tanto até que o amor não seja mais suficiente para mantê-las juntas, ainda que permaneçam tentando. Mas às vezes tentar é como dar o famigerado murro em ponta de faca, sangra demais e o corte é profundo. Deveria ser proibido deixarmos a vida de alguém quando o que mais queremos é ficar. Mas é preciso saber quando partir, para descobrir se é possível voltar. Porque no meio do caminho nos perdemos. 
    Em cada curva nessa estrada, na busca por saber quem eu sou, eu vou sentir a tua falta. Cada dia da minha vida, desde ao acordar até a hora de dormir eu vou lembrar de você e precisar me segurar pra não mandar mensagem, não ligar só pra ouvir a tua voz, não ir te procurar. E cada vez em que eu sentir o vento bater no rosto eu vou saber que eu nunca vou amar alguém tanto quanto eu amo você e as referências vão chover em mim e vai doer.  
    Eu poderia ter ficado? Poderia. Mas então eu nunca saberia como seria se eu tivesse dado uma chance para enfim termos paz, longe de todas as brigas e de tudo o que dissemos um para o outro. O que eu mais queria era poder voltar no tempo, desfazer todas as coisas ruins que eu fiz, porque ambos sabemos que eu também errei. Eu queria poder mudar, não só a mim como também todos os fenômenos que nos fizeram chegar aqui. Nesse fundo de poço escuro e frio, do qual eu não consigo mais sair. 
    Deveria ser proibido estar tão dividida assim entre o que é melhor pra mim e o que é melhor pra nós. Mas pra ser sincera, meu bem, eu não sei mais o que é melhor ou não. Porque até outro dia eu achava que a opção mais sensata seria eu me afastar de toda a dor e todo o caos que nos tornamos, mas como é que eu vou me curar de tudo isso se o meu único remédio era você? Em que colo eu vou chorar senão o teu? Qual é o cheiro que vai me acalmar senão o do teu corpo colado no meu? É impossível saber o que é certo ou errado agora. 
    Talvez a solução mais cabível seja estarmos afastados, nos afogando nesse mar gelado que é a saudade, para esclarecermos as ideias e termos a certeza de que é perto um do outro que queremos ficar. E talvez, muito provavelmente, você não esteja mais com as portas abertas quando eu decidir voltar. Mas, meu bem, como é que eu vou saber se eu quero mesmo voltar se eu não for embora primeiro? 
    Deveria ser proibido sentir saudade. Mas a dor que causa a tua ausência só é uma prova de quantos momentos maravilhosos nós vivemos e de quantas marcas você deixou em mim. Talvez não sejamos maduros ainda pra entender a magnitude e a complexidade de estarmos juntos e eu espero, que se for pra ser não seja tarde. Mas agora, também, pode não ser a hora certa.

21 comentários:

  1. Realmente, as vezes a gente tem que se afastar, mesmo amando, mesmo querendo ficar, pra que assim a gente veja se realmente sente.
    temos que nos escolher vez ou outra, faz parte, faz bem.

    Senti muita verdade em cada palavra, está de parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, muito obrigado flor <3 Mas o que fazer quando a gente se afasta e continua sentindo?

      Excluir
  2. Acho que a saudade é um meio de dizer que foi bom enquanto durou! Sempre tem aquela pessoa que nos marcou e não deixa com que a esquecemos... Faz parte é a vida.

    Ótimas palavras! Parabéns.
    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz parte, é claro, mas é dolorido demais também.

      Excluir
  3. Oi Thaisa, tudo bem? Poxa esse texto foi escrito pra mim hehehe. Estou passando por essa situação. Depois de meses analisando o que é melhor pra mim e o que é melhor pra nós decidimos que a distancia as vezes faz bem. Faz crescer. Faz sentir saudade. A distancia as vezes é a resposta. Belo texto. Bjs
    http://www.facesemlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faby, fico feliz que tenha se identificado. É uma pena que esteja passando pelo mesmo.

      Excluir
  4. Saudades daquela amiga que a gente não vê tanto quanto gostaria.
    Saudades daquele namorado especial que ainda estamos procurando.
    Saudades dos pais que já não estão entre nós.
    Saudades...
    Uma palavra tão forte que carrega tanto sentimento.
    Parabéns pelo texto.
    Beijos,
    André, do Garotos Perdidos
    www.garotosperdidos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado André, realmente uma palavra fortíssima.

      Excluir
  5. Oi!!
    Nossa estou arrepiada com as tuas palavras. Há momentos na nossa vida em que temos que pensar em nós, nos retirar para saber o que vai acontecer.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  6. Que texto maravilhoso! Me fez lembrar de tantas pessoas que está afastadas e sinto tanta falta... Mas as vezes é melhor se afastar mesmo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Amei seu texto. Triste, mas quanta verdade nele. Quando o amor só não basta, a distância pode ser a melhor solução. E quanto a saudade, bem, como vc mesmo termina... só sentimos saudades daquilo que foi bom!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Me identifiquei muito com o primeiro parágrafo! Não moro nada perto da minha mãe e sempre fomos muito ligadas e a dor da saudade é tanta que simplesmente é incompreensível! Algo metafísico nos fazer se sentir assim realmente deveria ser proibido!
    Adorei o texto e ele carrega muito sentimento!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Amei esse texto, tocou muito em mim, pois mudei de cidade faz 2 anos e sinto muita saudade dos meus amigos...

    Beijos

    http://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Amei, amei, amei! Por mais textos assim! Beijos e sucesso.

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  11. Concordo, sentir saudade as vezes doi tanto, machuca tanto. Só que as vezes mesmo doendo a saudade é boa, boa para nos lembrarmos que ainda podemos sermos felizes.

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo texto!!!
    Eu adorei e acredito que quase todo mundo vai se identificar.
    Sentir saudade faz parte, e com certeza é algo dolorido de se sentir, e tenho que concordar: deveria ser proibido rsrs
    Amei, amei!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Olá
    saudade é realmente um sentimento muito forte q eu nos corroí as vezes, seja saudade de alguém ou de uma época, o que acontece no meu caso é saudade de épocas haha adorei ler o texto e me identificar um pouco

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Já passei por essa de "o que é melhor pra nós não é o melhor pra mim", mas eu tive que sair. Porque apesar do sentimento ser muito grande, não valia o esforço. :x A saudade durou um pouco e depois se extinguiu.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  15. Saudade... eu acho dolorosa mas também é a prova de que algo ou alguém é importante né?
    Adorei seu texto, suas dores... mas acabou me fazendo lembrar de coisas que eu não queria. Tocou fundo...

    ResponderExcluir
  16. WOW, que texto intenso. O que mais me impressionou é que eu nunca passei por uma experiencia assim, mas ainda sim quase chorei enquanto lia cada uma de suas palavras, elas carregam uma grande carga emocional, nunca esqueça disso.
    Belo texto.

    Beijos
    http://www.mundoinvertido.com/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.