Eu tô indo embora, mas eu avisei

4 de outubro de 2016

    Eu tô indo embora, mas eu ainda não sei pra onde. Tive que sair as pressas, como quem é despejado porque não tem pago o aluguel. Mas eu paguei, cuidei da casa e da pintura, derrubei as paredes que precisava; reformei algumas outras e reguei as flores do jardim. Do teu, do nosso jardim. Mas eu juro que eu fiz o que pude pra não ter que ir embora assim. 
    Eu tô indo embora e eu nem sei direito porquê, só sei que não consigo mais ficar. E talvez, quem vir de fora, ache que eu estou te abandonando, mas eu já me sentia sozinha há muito tempo. Me senti sozinha quando te esperei, depois do trabalho, pra ver aquele filme que combinamos e você não veio; me senti sozinha quando quis conversar sobre o meu dia e você dormiu; me senti sozinha quando na festa com os seus amigos eu fiquei fora do círculo, fora da conversa. E mesmo assim eu quis ficar. 
    Eu fiz as malas encima da hora e a casa ficou um pouco vazia, porque eu sempre guardei mais lembranças de nós do que você. Algumas coisas suas vieram por engano, como aquele dvd do Natiruts que você quis tanto de presente, mas eu prometo devolver depois que ouvir todas as musicas enquanto lembro de você. Porque se tem uma coisa que tu não sabe, é que eu penso em você mais do que imagina e muito mais do que eu gostaria. Porque lembrar só dificulta as coisas. 
     Talvez você não tenha percebido o quanto eu tentei ficar, mas eu dei o meu melhor pra não chegarmos a este ponto. Eu engoli muito sapo, ignorei muita coisa e te desculpei inúmeras vezes. Sempre preferi uma conversa calma à gritaria e falei todas as vezes, com a maior paciência do mundo, que eu estava me cansando. Eu te pedi pra mudar algumas atitudes, te pedi pra me ajudar também. Porque, amor, ninguém mantém uma relação sozinho. Ela é feita de dois e, convenhamos, na maior parte do tempo era só eu. 
    Você pode pensar o que quiser de mim, só não pode achar que eu me deixei afogar sem antes te puxar pra superfície. Só não pode dizer que eu fui embora e deixei a casa suja pra você, ou que eu não tentei o bastante. Porque o que eu mais fiz por nós foi tentar: tentar mudar; falar; tentar te mudar; tentar te aceitar; tentar engolir; perdoar; ouvir; falar. Tentar. Então de quê adianta dizer agora que resolveu dar tudo de si, se quando eu te implorei pra não me deixar ir embora você não fez nada além de deixar a porta aberta? 
     Eu tô indo embora, mas eu avisei. Você foi o único que não percebeu ou que não quis acreditar que um dia eu realmente arriscaria a viver a minha vida sem você. A verdade é que apesar de te amar muito, eu me amo muito mais e eu escolhi desistir de nós, pra não ter que desistir de mim mesma outra vez. Pra me por em primeiro lugar, pra variar.  

10 comentários:

  1. Oie Thai. Primeira vez aqui no seu blog, e noooossa. ADOREI SEU LAYOUT. Parabéns. Enfim, eu as vezes me sinto assim também, e acredito que somente nós mesmos sabemos, ou não, como estamos sentindo em face do outro. E quando as pessoas de fora vêm a situação, talvez pense que estamos sendo fracos demais por desistir, por ir embora. Mas não estamos. Porque ficamos muitas vezes e nos sacrificamos por isso. Adorei. ♥

    ACESSO PERMITIDO. ♥
    www.acessopermitido.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, tudo bem? Seja bem vindo. Fico feliz que tenha gostado do texto de alguma forma, ir embora não é sinal de fraqueza. É ser forte por ter coragem de ir, mesmo querendo ficar.

      Excluir
  2. Nossa amiga, que texto mais lindo e mais real! senti cada palavra dita por você
    Quero mais textos assim sempre por aqui.
    E conta comigo sempre que precisar. Prometo nunca deixar você ir embora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom saber que posso contar contigo Cin, com certeza vai ver muito mais textos por aqui, hahaaah!

      Excluir
  3. Meu deus, entrei aqui sem nem saber porque, apenas li o título no meio de vários posts na minha timeline do blogger e vim, e nossa amei cada palavra. Me senti dentro desse texto e ao mesmo tempo que dói saber que você ou alguém pode sse sentir assim, também conforta saber que isso é uma situação pela qual muita gente passa, então ela vai passar.
    Ajuda porque sabemos que no fim, passa. A gente supera, mas a gente precisa antes disso.


    www.quatroestacoess.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, eu não sei se eu quero superar. Tá sendo um momento complicado, mas de uma forma ou de outra eu sei que passa.

      Excluir
  4. OI Thaisa, "Eu tô indo embora, mas eu avisei" é a frase da minha vida nos últimos dias. As vezes, independente do motivo, vamos nos afastando das pessoas, damos sinais sutis as vezes ate nem tão sutis assim, mas quando a pessoa percebe já é tarde demais. Curti um comentário seu " ir embora não é sinal de fraqueza. É ser forte por ter coragem de ir, mesmo querendo ficar" e concordo plenamente com vc. Parabéns pelo texto. Perfeito!
    http://www.facesemlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, desistir não é sinal de fraqueza não. É sinal de que fomos fortes por muito tempo!

      Excluir
  5. quando a pessoa se doa demais a um relacionamento e não é correspondido, melhor é juntar os trapos e partir mesmo... amar por dois nunca dá certo...
    bjs, Thai...

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.