Resenha: Novembro, 9; Colleen Hoover

10 de novembro de 2016

     "Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?"


Título: Novembro, 9 | Autora: Colleen Hoover | Editora: Galera Record | ISBN: 9788501076250 | Páginas: 352 | Skoob | Nota: 5/5

Livro recebido em parceria com a editora para resenha

    Antes de mais nada eu preciso deixar claro que talvez eu não consiga exprimir em palavras todas as sensações que este livro me transmitiu. Talvez eu não consiga ser clara sobre o quanto ele significa pra mim e eu estou sentada na frente do computador há três horas tentando juntar todas as melhores palavras que eu conheço pra escrever esta resenha, mas apago e escrevo o tempo todo porque nada do que eu escreva vai exemplificar o quão extasiada eu estou com a leitura. 
    O enredo me lembrou um pouco o livro Um dia, do David Nichols que eu já resenhei por aqui (veja) pelo fato de os personagens se encontrarem uma vez por ano sempre na mesma data e o livro ser narrado à partir destes encontros. A diferença é que em Um dia ambos interagem um com o outro no resto do ano, por cartas ou por telefone. Em Novembro, 9 eles não podem nem se dar ao luxo de terem um ao outro no Facebook. É tudo ou nada mesmo. Outra diferença é que eu odiei Um dia e amei Novembro, 9. 
    Não demora cinco minutos para que a leitura te fisgue para dentro do livro e te prenda lá até que você tenha acabado tudo. Eu levei mais tempo do que planejava pra lê-lo, mas com essa correria de Enem da última semana eu acabei só terminando depois de uma semana. O fato é que todo o tempo livre que eu dediquei ao livro foi muito bem aproveitado, as horas se passaram sem que eu nem mesmo percebesse. A leitura toda do começo ao fim fluiu muito bem. 
    Os personagens são muito interessantes, me cativaram logo no primeiro capítulo. Não concordei com algumas atitudes no decorrer da história, mas entendi no final que tudo era para o bem maior da reviravolta. Senti muita evolução dos dois e o único ponto negativo que eu vou ter de fazer sobre o núcleo de personagens do livro foi a ausência ou participação pequena da mãe de Fallon. Pelo fato de as duas morarem na mesma cidade e se amarem tanto, a conexão entre elas parecia pequena e a mãe quase nem apareceu. 
    Com Novembro, 9 eu me senti inspirada pra escrever um livro. Eu me senti mais confiante sobre mim mesma e minhas inseguranças, eu me senti encorajada a ir atrás dos meus sonhos e me senti madura por entender que pais e filhos nem sempre se dão bem e é normal. Tirei muitas lições do livro, sobre o perdão, sobre mentiras e sobre muita coisa que eu vou levar pro resto da vida. Aliás, este é um livro que eu pretendo reler em um futuro próximo. 
    Quando eu terminei a leitura, fiquei uns cinco minutos olhando pra parede e refletindo tudo o que eu havia absorvido. Talvez você não tenha a mesma experiência que eu, talvez você odeie o livro ou não o ache tudo isso que eu achei. Mas isto é o que eu sinto sobre ele e preciso expressar de todas a formas que eu puder: eu achei maravilhoso. Recomendo à todos.

29 comentários:

  1. Ai, que resenha linda! Ficou boa mesmo Tha, parabéns! E eu amei a capa do livro! Fiquei curiosa de verdade pra ler, entrou na lista com certeza!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaawn Cela, obrigada sua linda<3 Espero que a Colleen te conquiste!

      Excluir
  2. Sou doido pra ler algum livro dessa Mulher, a cada resenha que eu leio, mais vontade tenho de conhecer a escrita dela. Tem alguma sugestão de por qual começar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriel, comece por este mesmo porque é INCRÍVEL!

      Excluir
  3. Olá Thaísa, gostei da comparação com o livro Um dia, e quero muito conhecer esse livro da Colleen, a história parece bem improvável, mas é isso que me chama atenção. Bjkas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, é exatamente o que me atrai em um livro também.

      Excluir
  4. OI Thaísa
    Tem tanta gente falando bem desse livro que apesar de não seu o meu gênero favorito me deu vontade de ler.
    Achei bacana você dizer como o livro te encorajou e ensinou mtas coisas. Adoro livros assim.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jessica, às vezes é bom sair da zona de conforto ;)

      Excluir
  5. Conheço a escrita da Colleen e gosto, acho o enredo do livro interessante, mas não a ponto de comprar, visto que tenho uma lista imensa e tudo que desejo não cabe no orçamento. Mas, não tenha dúvidas que é o tipo de livro que se porventura caia na minha mão, não vou titubear em ler. Gostei muito desta tua frase final "Talvez você não tenha a mesma experiência que eu, talvez você odeie o livro ou não o ache tudo isso que eu achei. " perfeita, a leitura traz relações grupais e individuais ao leitor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Lilian, cada indivíduo pode interpretar o livro de maneira diferente. Eu mesma lendo o mesmo livro duas vezes tive experiências diferentes.

      Excluir
  6. Que resenha maravilhosa! Eu ainda não li essa obra, não li nada da autora aliás. Mas adorei essa sua resenha. Senti-me encantada por conhecer esse romance que parece nos fazer acreditar em nós mesmos. Nada melhor do que encontrar um livro que muda um pouco os nossos sentimentos... <3

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fran, que bom que gostou. Volte sempre pra ver mais dicas <3

      Excluir
  7. oi ^^
    nossa muita gente tem falando bem desse livro e eu estava empolgada mesmo sem saber sobre o que era a história. li uma outra resenha que foi vaga demais e eu fiquei meio perdida, mas lendo agora eu com certeza tenho noção que não quero ler o livro. não me senti atraída sabe?
    de qualquer forma gostei da sua opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Alice, é uma pena. Espero que possa encontrar algo legal então pra ler...

      Excluir
  8. Oi, Thaísa!
    Nossa, como é bom quando um livro nos toca como esse fez com você. Nessas horas temos certeza que seremos leitores o resto da vida. Sou suspeita para falar da Colleen Hoover, pois sou fã de carteirinha. Ainda estou apaixonada por Talvez um Dia e pretendo ler esse em breve.

    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu to me apaixonando cada vez mais por ela <3

      Excluir
  9. Oi Tha!
    Eu também AMEI esse livro. Foi uma experiência tão incrível.
    Assim como você, quando eu finalizei a leitura fiquei um tempo simplesmente refletindo e absorvendo a história.
    Amei a resenha!

    Beijos
    http://www.mundoinvertido.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É maravilhoso né? Fico feliz que também tenha gostado do livro!

      Excluir
  10. mulher,nunca tinha visto uma descrição tão apaixonada de uma resenha tua como a desse livro...
    percebe-se claramente o quanto essa leitura mexeu contigo,e tbm me sinto assim com alguns livros... já ouvi falar muito na autora, mas até o momento,nao bateu vibe de ler... eu curti Um dia, acho que iria gostar dessa trama tbm... quem sabe mais a frente...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, eu odiei Um dia, mas espero que um dia dê uma chance e goste de Novembro, 9!

      Excluir
  11. Eu gostei de fazer a leitura do livro, mas não gostei do final. Acho que ela caminhou muito bem até o sexto Novembro 9, depois disso a história desandou de uma forma que eu não gostei. Colocou drama demais, sabe?

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Drama demais teve sim, nisso eu vou ter que concordar com você infelizmente

      Excluir
  12. Oi Thaísa,
    Collen Hoover... Já li muito sobre essa autora e só coisas boas. Estou louco para ler. Os livros Um Caso Perdido, Sem Espernças e O Lado Feio do Amor estão disponíveis no Kindle Unlimited e pretendo ler em breve, principalmente os dois primeiros citados.
    Adorei as fotos e a resenha. As melhores resenhas são aquelas em que abrimos o nosso coração.
    Beijos,
    André, do Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie André, tudo bem? O lado feio do amor eu já tenho aqui pra ler... Tô esperando uma oportunidade hahahahah Ando com uma pilha enorme de livros pendentes.

      Excluir
  13. Sua resenha ficou ótima, mesmo que eu não tenha me sentido assim eu achei o livro bom. Não foi o melhor da Colleen, mas foi agradável de se ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Angel não foi o melhor dela dos poucos que eu li até agora, mas é muito bom mesmo.

      Excluir
  14. pela sinopse eu não leria, mas na tua resenha, eu ia lendo e entendendo esse sentimento, e nessa frase: ''Eu me senti mais confiante sobre mim mesma e minhas inseguranças'' você me ganhou, porque um livro que faz isso é o livro certo pra pessoa certa no momento certo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paac, eu sinceramente acho q vc ia adorar o livro, mas espere o momento certo se este for o caso!

      Excluir
  15. Oie,
    Eu já li alguns livros da Collen e gostei muito, e acho que com esse não vai ser diferente. A premissa é boa e sua resenha me deixou com muita expectativas em relação a ele. Com certeza na lista para ler em breve.

    Beijos
    Bru, Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.