Rock Star, S.C Stephens

23 de março de 2017

"Ele é intenso, complicado e perigoso. Ele é demais! O único lugar onde Kellan Kyle sempre se sentiu em casa foi no centro de um palco. Tocando guitarra num bar escuro, ele consegue esquecer o passado doloroso. Nos últimos tempos a sua vida se resume em três coisas: música, seus companheiros de banda e intensos encontros sexuais. Até que uma mulher muda tudo... Kiera é o tipo de garota que Kellan jamais deveria desejar -- ela é inteligente, doce, e também a namorada do seu melhor amigo. Convencido de que nunca conseguirá merecer o amor dela, ele esconde a sua crescente atração... até que o coração atormentado de Kiera oferece a Kellan algumas pistas de que os sentimentos dele podem ser correspondidos. Agora, não importam as consequências, Kellan tem uma certeza: não vai deixar Kiera escapar sem lutar por ela. Em Intenso Demais, Kiera contou sua história. Agora é a sua vez ouvir a versão pela boca do “rock star” sexy que cativou fãs do mundo inteiro"

Título: Rock Star | Autora: A.C Stephens | Editora: Valentina | Ano: 2016  | Páginas: 512 | Nota: 4 | Skoob

Livro cedido pela editora para resenha

   Eu vivo fugindo de livros "hots", mas eles andam me cercando ultimamente, por todos os lados. Rock Star é o volume #1,5 da trilogia de mesmo nome. Como assim Thai? Calma que eu vou explicar: a trilogia é composta por Intenso Demais, Complicado Demais e Perigoso Demais. Rock Star conta a mesma história narrada em Intenso Demais, primeiro livro, porém no ponto de vista de Kellan desta vez. Deu pra entender? Eu mesma não li a trilogia na sua versão original e decidi começar por Rock Star, o que dá no mesmo, a diferença é que agora o ponto de vista é masculino. 
   Para ser bem sincera eu não faço a menor ideia do motivo que me fez solicitar o livro pra ler, acho que me deu uns cinco minutos de loucura e curiosidade, porque eu não costumo ler hot e muito menos livros que envolvam música. Porque eu acho tudo muito clichê. O guitarrista badboy e super musculoso que todas mulheres desejam ter em suas camas, de repente descobre o que é o amor e se apaixona justo por uma garotinha indefesa e delicada, que não tem nada a ver com o mundo dele. Awn, não é mesmo? 
   Acontece que mesmo sendo clichê o livro me cativou muito, pois tinha um empecilho ali que eu não esperava, mas que eu não posso contar porque seria um tremendo spoiler pra quem ainda não conhece a trilogia original. Também porque a narrativa é muito gostosa e eu mal vi o tempo passar durante a leitura, todas as mais de quinhentas páginas fluíram deliciosamente em apenas dois dias. Motivo pelo qual eu vou parar de bobeira e ler mais livros do gênero, afinal tenho lido alguns "por acidente" nos últimos meses e finalmente posso admitir: tenho gostado de ler hot. 
    Eu tinha o pé atrás com Kellan no início da história porque imaginei que ele pudesse vir a ser um cara manipulador, machista ao extremo e que iria estragar toda a história. Mas não. Apesar de uma ou duas frases do personagem que me incomodou, ele era o contrário: um amigo, protetor, divertido e carinhoso. O desenvolvimento tanto dele quanto de Kiera foi impressionante no decorrer do livro. 
    Uma história cheia de drama e reviravolta, do jeitinho que eu gosto. Com cenas deliciosas e de tirar o fôlego, realmente intenso demais. Eu que pouco esperava do livro me surpreendi de uma forma muito positiva e pretendo muito ler um possível #2,5 se caso houver um. Também despertou minha curiosidade para ler a trilogia na versão de Kiera. 

10 comentários:

  1. Eu tava meio preocupada com esse livro. Ele vive me rondando, mas eu nunca tenho coragem de pegar para ler. Ainda bem que eu li a sua resenha, migs. Eu gosto de livros cheio de reviravoltas, com altos e baixos e acho que esse hot pode ser um enredo que eu vá gostar muito!

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Thaísa!
    500 páginas em 2 dias? Parabéns! Não sei se meus olhos aguentariam, mas já indica que o livro te prendeu mesmo.
    Eu gosto muito de ponto de vistas diferentes, contudo precisa acrescentar algo para o enredo original.

    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Já li a trilogia e só falta esse volume sob o ponto de vista do Kellan para que eu complete a felicidade rsrs
    Eu também no começo torcia o nariz para o gênero até ter algumas obras bem interessantes e acabar pegando o gosto pelos hots, só não gosto daqueles muito apelativos.
    Kellan é um fofo e estou bem ansiosa para entender tudo o que se passava na cabeça dele de acordo com os acontecimentos.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  4. Oi Thai, eu quero muuito ler esse livro, engraçado como não senti interesse em ler a trilogia, mas esse assim que bati o olho já quis para mim! Amei sua resenha! Beijão

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Eu gostei muito da sua resenha, faz tempo que quero ler esse livro, mas não sabia do que se tratava, então tinha certo receio de não gostar. Mas agora vi que posso colocar ele na minha lista de leituras :) Estou ainda mais curiosa.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Thaísa!
    Eu também tenho certa dificuldade em ler livros hot, porque a maioria é clichê. Não que eu não goste, mas tem momentos que procuramos algo diferente.
    Eu sinceramente não sei se leria esse livro, mas só de você ter gostado, me deixou curiosa, kkkk.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Ainda não conhecia esse livro mas parece interessante. A temática é legal. Gostei da sua resenha. Muito bonita a capa. super bjooo

    ResponderExcluir
  8. Oie
    já ouvi falar umas vezes na série e nos personagens mas nunca me atraiu pois não é bem o tipo de leitura que me agrada mas boa dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá! Também não curto Hot, só leio quando o enredo é muito bom e quando a parte hot não interfere na história. Confesso que essa trilogia não me chama atenção, pelos mesmo motivos que você disse, nada contra clichês, eu gosto de clichês. Mas, é a premissa que não me chama atenção. Que bom que você gostou da leitura. Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, adorei sua resenha. Especialmente porque serviu pra eu relembrar deste livro. Ler este livro, ler sobre a vida do Kellan que eu não conhecia totalmente foi doloroso, ler ele contando sobre suas cicatrizes emocionais foi muito angustiante e esse é um bom ponto pro livro. Porque o atormentado Kellan tinha mais a oferecer do que a gentil Kiera, ele era moldado em dor.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.