Obsidiana, Jennifer L. Armentrout

26 de abril de 2017


"Começar de novo é um saco. Quando a gente se mudou para o interior, bem no início do último ano do colégio, eu já vinha me preparando para o sotaque caipira, o tédio, a internet lenta e um monte de chatices…Até dar de cara com o meu vizinho lindo, alto de dar tontura e com intimidantes olhos verdes. Hummm…os prognósticos estavam melhorando. Até que…ele abriu a boca. Daemon é irritante. Arrogante. Dá vontade de matar. A gente não se dá bem. Não mesmo. Mas, quando um caminhão quase me transforma em panqueca, o garoto literalmente congela o tempo com um aceno de mão e aí, bom, algo ingesperado acontece. O alien gato (meu vizinho) tem poderes!!! Você me ouviu bem. ALIEN! A verdade é que ele e a irmã têm uma galáxia de inimigos que querem roubar seus poderes. O rastro que deixou em mim brilha como árvore de natal e isso não é nada bom. O único jeito de sair viva dessa é ficar colada em Daemon até a magia alienígena desaparecer. Quer dizer, isso se eu não matar o cara primeiro."

Título: Obsidiana | Autora: Jennifer L. Armentrout | Editora: Valentina | Ano: 2015 | Páginas: 320 | Nota: 3/5 | Skoob | Goodreads

   Nunca tive muita vontade de ler a saga Lux, confesso que a capa me deixava um pouco desgostosa, mas como estou tentando (há algum tempo) sair da minha zona de conforto eu resolvi apostar e ver no que dá. Não que o livro não fosse do meu gênero, eu adoro fantasia e todo esse clima sobrenatural, bem como também gosto muito de romance, mas não achava Obsidiana um livro atraente até então.
  O enredo inicial é bem simples, uma garota mudando contra sua vontade para uma cidade do interior e enfrentando as dificuldades de começar de novo. Logo na primeira página me identifiquei com Katy, pois ela é uma blogueira literária e apaixonada por livros assim como eu - e você aí provavelmente. 
  A narrativa é gostosa, e simples também, mas um tanto previsível e com algumas gírias ou expressões meio sem graça. Clichê até que se prove o contrário. Katy, ao se mudar, conhece Dee e Daemon, dois irmãos gêmeos e seus novos vizinhos. Dee se torna sua melhor amiga e Daemon é o cara bonito e babaca pelo qual ela se apaixona, acontece que rolam alguns rumores sobre eles serem pessoas estranhas. Mas quando Daemon salva Katy de ser atropelada com sua força sobrenatural eu tive certeza: me lembra muito Crepúsculo. E isso me incomodou muito durante a leitura, praticamente tudo lembra crepúsculo, é como uma releitura onde praticamente só trocaram o Vampiro por um Alien. Desculpa, estava na sinopse, eu só repeti.  
   O livro é leve, engraçado e a química entre os personagens foram os motivos de a leitura ter fluído, pelo menos pra mim. Foi divertido de ler, até, me distraí e passei um tempo legal durante a leitura. Por isso eu vou  sim ler os próximos volumes, Aliens são seres novos pra mim (nunca li nada sobre) e espero que a história possa se desenvolver melhor em Ônix e Opala, mas se isso não acontecer vocês irão saber.
    Preciso concluir deixando claro que eu gostei do livro, não é ruim. Só me decepcionei um pouco devido as inúmeras semelhanças com a série de Stephenie Meyer, mas se você gosta de fantasia e está à procura de uma leitura leve e divertida aproveite a dica. Só não crie muitas expectativas.

22 comentários:

  1. ah, eu tinha zero expectativas por isso acho que AMEIII o livro
    realmente p mim eu considero um crepusculo melhorado, Daemon eh tipo o Edward so que bem melhor!
    e eu tb nunca tinha nado sobre aliens e isso fez eu me interessar mais ainda peloo livro

    perolasdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por enquanto, se eu tivesse que escolher um dos dois, escolheria Crepúsculo. A escrita da Stephanie é mais instigante.

      Excluir
  2. Nunca li esses livros e como adoro aquela outra saga me faz feliz saber que podemos montar um mundo mental cheio de seres parecidos, gosto da ideia e quero ler os livros!Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gosta Mila, aproveite a dica então e mergulhe na leitura.

      Excluir
  3. Oiii Thaísa, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, mas fico feliz que tenha trazido a resenha para nós e achei a linda, a capa é bem instigante.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreensível Morg, fica de olho nas próximas dicas!

      Excluir
  4. olá *-*
    eu to pra ler esse livro faz tempo mais ainda não tomei vergonha na cara e começar adorei a resenha , apesar de fica curiosa tenho mesmo que toma vergonha e ler.

    bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz uma maratona ai garota, devore o livro e depois me conte o que achou.

      Excluir
  5. Eu não sou fã de fantasia porque as experiências de leitura que eu tive não foram muito boas. Mas quero sair da minha zona de conforto e ler obsidiana que já se encontra na minha lista de desejados tem tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ingrid, Fantasia é basicamente 90% da minha estante. Eu amo, sem tirar ou pôr.

      Excluir
  6. Olá! Assim como você, também não tenho vontade de ler rsrsrs Gosto de fantasia, mas a premissa dele não me chamou atenção. Mas, pode acontecer o mesmo por aqui, de ler e gostar, só testando né. Gostei da sua resenha, bem objetiva,beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Suzana, o objetivo é ser clara sempre hhahaha

      Excluir
  7. Oii Thaísa!
    Tenho uma grande vontade de ler esse livro, já vi várias resenha dele, e fiquei super interessada, o enredo dele é bem confiante de fazer com que o leitor se agrade com a história. Gostei de sua premissa!
    Abraços;**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só vi resenhas 100% positivas por aí, me senti até meio mal pelo livro não ter me agradado tanto assim.

      Excluir
  8. Oi, Thai. Diferente de você, sempre gostei da capa... Já essa sinopse, achei muito boba, na moral. Já o enredo, parece divertido, mas mesmo assim, não me convence, sabe? No entanto, não descarto a possibilidade de dar uma conferida, vá que eu goste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente tem que estar com a cabeça aberta sempre mesmo, quem sabe um dia né?

      Excluir
  9. Olá Thaisa, eu tenho vontade de ler esse livro principalmente por ainda não ter lido nada com Aliens *-* Apesar dele ter alguns pontos parecidos com Crepúsculo isso não me desmotiva, parece ser uma leitura gostosinha =) Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é uma leitura gostosa mesmo. Melhor ainda quando você não cria tantas expectativas.

      Excluir
  10. Assim como você a capa da obra me deixava com um pé atrás, a história pela sua resenha realmente lembra crepúsculo, mas assim como você vou sair da minha zona de conforto.
    Adorei sua resenha e suas opiniões.

    ResponderExcluir
  11. Oi!!
    Eu acho a capa desse livro legal, mas a série nunca chamou a minha atenção a ponto de procurá-la para ler.
    Pelo visto você teve uma surpresa boa, vai continuar a ler a série, isso é sinal que a experiencia surtiu efeito.
    Eu não fiquei com vontade de ler.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  12. Thaísa, eu também nunca me interessei em ler essa série por causa das capas, acho elas bem feias.
    Mas se eu ganhasse talvez dessa uma chance, pois gosto muito de fantasia.

    ResponderExcluir
  13. Thai menina tô lendo esse livro agora!
    E já vi que pelo jeito terei que conseguir a continuação bem rapidinho né hahahahaha
    Até agora a única coisa que me desagrada, mas não tanto a ponto de parar, é a escrita ser um pouco amadora, mas acho que melhora né.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.