Trilogias pra ler em 2017

10 de abril de 2017
   Se tem uma coisa que eu sempre gostei foram os livros com personagens femininas fortes e apesar de 80% da minha estante ser de autoras mulheres, reparei que ainda faltam mais personagens assim no meu repertório. Recentemente eu li Trono de Vidro, da Sarah J. Maas, onde a personagem Celaena é uma assassina espetacular, uma mulher forte e determinada (veja a resenha aqui) e ter lido este livro me deixou com vontade de ler mais livros assim: séries e trilogias com mulheres como personagens principais, mas mulheres que lutam por seus direitos e ideais. 
   Encontrei algumas trilogias bacanas durante a minha pesquisa e decidi que vou, ao menos, iniciá-las ainda este ano, tomara que eu consiga concluir todas também. Anotem aí as dicas:

O clã das Freiras Assassinas
    Os livros de Robin LaFevers narram a história de três freiras: Ismae, Sybella e Annith. Elas vivem em um convento em Saint Mortain, onde garotas são acolhidas e treinadas para serem assassinas de Mortain, o Deus da Morte. A trilogia viaja entre o ponto de vista de cada uma delas e seus papéis na guerra entre França e Bretanha. Eu já adorei e tô doida pra ver como é trabalhada toda essa política! 

Joias Negras
   "O Reino Distorcido se prepara para o cumprimento de uma antiga profecia: a chegada de uma nova Rainha, a Feiticeira que tem mais poder que o próprio Senhor do Inferno. Mas ela ainda é jovem, e por isso pode ser influencidade e corrompida. Quem a controlar terá domínio sobre o mundo. Três homens poderosos, inimigos viscerais - sabem disso. Saetan, Lucivar e Daemon logo percebem o poder que se esconde por trás dos olhos azuis daquela menina inocente. Assim começa um jogo cruel, de política e intriga, magia e traição, no qual as armas são o ódio e o amor. E cujo preço pode ser terrível e inimaginável." Quer enredo mais GirlPower que este?

Trilogia do Vencedor
   Marie Rutkoski mistura fantasia histórica com romance, intrigas, estratégias, espionagem e um império em guerra. Kestrel, a personagem principal, é filha do general do exército imperial valoriano, mas ela não quer se alistar e tampouco se casar e sua rebeldia é o que dá início ao desenvolvimento da história. Será se amei? 

3 comentários:

  1. Uauuuu
    Amei as capas, fortes né?!
    N conhecia nenhum dessas trilogias!

    Bjoooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Ouço tantos comentários maravilhosos sobre a Trilogia do Vencedor!! Ele também está na minha lista de leitura. Espero que nós consigamos ler em breve <3

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  3. Os livro da Anne bishop são muito muito bons, eu li os dois primeiro e já to louca pra ler o terceiro, to com ele aqui, só falta tempo kk. já to atrás de o perdão mortal porque fiquei curiosa.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.