Diário de viagem: O que fazer em Curitiba

10 de maio de 2017

   Gente fiquei de fazer um Diário de viagem em Abril e enrolei até agora, mas vamos lá, o post ficou bem grande mas espero que vocês leiam até o fim ❤

   No dia 13 de Abril fui para Curitiba- PR, saí aqui da minha cidade Marília - SP ás 22:00 e cheguei lá por volta das 06:30/ 06:40 pois mesmo quando o ônibus entra na cidade ainda demora um pouquinho até a rodoviária. Estava MUITO frio pela manhã por isso se você também pretende passar por lá, leve um cobertorzinho.

   Fiquei lá por três dias, aproveitei que era feriado dia 14 e fiquei até o dia 16. Chegando lá fui para casa do meu namorado, que foi morar lá pra fazer faculdade. 
   Dei muita sorte pois como vocês já devem saber o clima lá é quase sempre frio e fez sol em todos os três dias.

Meu primeiro passeio foi algumas horas após eu ter chegado e foi no Passeio Público, um parque no meio da cidade (como muitos que têm por lá).

   Achei lindo, era verde pra tudo quanto é lugar que tu olhava, com uns lagos bem grandes até, pontes e vários animais como: Macacos, jabuti, pássaros de umas especie que eu nunca tinha visto na vida, entre outros.

    No meio desse parque havia uma "casinha" toda fechada só com uma porta para entrada/saída e imagine o tamanho do meu susto quando entrei lá e tinha vários tipos de cobra. Pensa em uma pessoa que cada vez que olhava alguma surtava, parecia que a minha pele começava a coçar e fiquei toda arrepiada. Não quis mais olhar e saí de lá pra ver o restante do parque.



   Depois que eu já tinha me certificado de ter olhado tudo, pegamos um Uber (Olha ela andando de Uber) e fomos até o Jardim Botânico. Que por sinal é tudo aquilo que dizem e mais um pouco, simplesmente lindo e gigantesco! 

   Logo na entrada tem um café (que era bem carinho) e ao lado um lago enorme, onde haviam várias pessoas sentadas e admirando. Mais a frente havia um caminho que levava até a famosa estufa e vários arcos na entrada com canteiros de flores, vermelhas e rosas. Também havia uma fonte no meio. 

    A estufa é tão linda, por dentro e por fora, cheia de vida, plantas e uma cachoeira pequena artificial. No meio dela tem uma escada, eu particularmente fiquei com medinho pois a escada e todo o andar de cima são feitos de ferro que é cheio de furinhos e dá a impressão de que você pode cair. Mas não tem como resistir a subir e olhar a vista das janelas de vidro, é incrível.


   Ainda dentro do parque tem um "Jardim das Sensações" onde tem plantas de vários tipos pra você passar a mão e sentir a textura, achei uma gracinha.


   Após esse passeio, fizemos uma pausa e fomos para casa almoçar. E o destino seguinte foi a Operá do Arame.


   Infelizmente não eram todas as instalações que estavam abertas, mas o local é fantástico, a estrutura é linda e moderna, com uma ponte na entrada e um lago em baixo. Possui um café no andar inferior que é muito sofisticado, com umas obras de mascaras na parede. Com pouca iluminação e feixes de luz azuis, a música ambiente deixa ainda mais agradável. Ao fundo há um pedreira com várias placas  de pessoas famosas que já estiveram por ali.


   Então resolvemos ir a um outro parque que ficava ali por perto, porém meu GPS estava ruim, e nós muito espertos saímos andando procurando sem saber bem a direção. E olha deu uma caminhadinha até acharmos uma placa indicando o local. O local se chama Parque Tanguá e acho que definitivamente foi o que eu mais gostei.


   Há um mirante que por si só já é atração suficiente, mas não tem como descrever pra vocês a vista. Poderia ter ficado horas lá só olhando, estava lotado de gente, até para subir as escadas do mirante era um desafio, por tanto recomendo ir em um dia mais vazio. O parque tem uma cachoeira enorme, com umas escadas de madeira para você descer até o lago onde há um píer.



! POR FAVOR VISITEM ESTE LOCAL !

   No dia seguinte 15/04 fomos fazer um Tour no centro e escolhemos alguns museus para ir (sem dúvidas foi o dia mais cansativo) e o primeiro que a gente parou foi: Museu de Som e Imagem. É um local pequeno porém bastante acolhedor e o segurança muito simpático, pois chegamos no horário de almoço e faltava uns 15 minutos para fechar e ele nos deixou dar uma olhada.


   Há bastante televisões antigas, modelos dos primeiros rádios, vitrolas e câmeras. Também gostei bastante de umas fotografias que estavam pelas paredes, de mulheres em trabalho de parto.

 
   O próximo foi o SESC/ Paço da Liberdade, o lugar  parece um castelo, a estrutura por dentro é toda cheia de madeira, me apaixonei. Tem uma pequena biblioteca e uma salinha de computadores. Se não me engano são 3 ou 4 andares e cada um com salas para visitação com objetos históricos e no último havia uma exposição de quadros contemporâneos.


   Logo ali ao lado está a Catedral de Curitiba e passamos para dar uma olhadinha. Os vidrais são tão bonitos, cheio de cores, formas, vale a pena conferir. Eu recomendaria um pouco de atenção ao andar por ali já que é centro e um pouco perigoso.


   O destino seguinte e esse eu recomendo fortemente, é o Museu Paranaense. As fotos não fazem jus ao local que parecia ser muito pequeno, mas assim que entramos já deu pra notar que era  enorme e sofisticado. 

   Nem consigo mencionar o tanto de coisa que tem lá pois são MUITOS temas, além da "casa" em si ser bem grande e com uns 3 andares ainda tem uma instalação ao lado que é inacreditável. Com 2 andares subterrâneos, cheios de quadros, objetos da época da escravidão, até mesmo umas replicas de alguns navios (que eram grandes até) contam toda a história da cidade.


   E o último Museu foi o de Arte Contemporânea que era um pouco mais longe, realmente bem no centro da cidade. Já gostei logo de cara pois ele era todo pintado de rosa, as exposições eram bem bonitas e cheias de vida.

   
A Parada para o almoço foi na Rua 24 horas, tem tudo quanto é tipo de comida. É um lugar bem agradável, onde da pra passar a tarde toda sem se preocupar. Os preços até que são acessíveis, eu preferi comer um Subway.


  E por último mas não menos importante, fomos ao Shopping Estação. É bem grande, gostei bastante apesar de dizerem que não é um dos melhores. Inclusive tem um pequeno museu ferroviário lá dentro mesmo, a entrada é grátis e é bem charmosinho. Tinha uma placa de proibido tirar foto, mas eu não vi e tirei.



   No domingo 16/04 eu fiz absolutamente vários nadas, peguei o Ônibus na rodoviária as 19:45 e foi assim o desfecho do meu feriado.
   É provável que eu volte pra um outra visita logo, então se vocês gostaram e quiserem saber das próximas deixa um recadinho ❤

6 comentários:

  1. Que post mais lindo! Tenho muita vontade de conhecer Curitiba, aliás. Amei as fotos e amei saber um pouco mais do lugar, seu post ficou super bacana. Beijos e por mais posts assim! A turismóloga aqui se amarra, hahaha!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3 que Deus me abençoe em mais viagens para mais posts KKKKKKKKK

      Excluir
  2. Ain que lindo! O Tanguá é o meu parque preferido sem sombra de dúvidas <333 quando vier pra cá de novo vá no Bosque do Papa! É pequeno e tal mas é muito amorzinho! Eu adoro ver posts de Curitiba, mesmo morando aqui faz um tempo tem lugares que nunca visitei como o Museu Paranaense (isso pq já passei algumas vezes na frente) e o de Imagem e Som, mesmo morando bem pertinho haha
    Sou a do contra, eu amo demais o Shopping Estação, amo o fato dele ter sido uma estação ferroviária *-* e moro perto dele então vivo lá haha e eu adorei seu post da viagem! As fotos ficaram incríveis <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delicia ver alguém dessa cidade que tanto amei vendo esse post! ❤ fiz com todo meu coração, amei cada momento, logo tô de volta espero poder ir nesse Bosque do Papa ❤

      PS: seu cabelo é lindo

      Excluir
  3. Que fotos mais lindas.
    Ja tinha vontade de conhecer Curitiba , agora a vontade de conhecer ela só aumentou mais 😀😀😀
    Amei o post
    Beijos
    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico tão feliz em ler isso, foi minha viagem predileta! super indico❤

      Excluir

Tecnologia do Blogger.