Eu assisti: Iron Fist

22 de maio de 2017
 "Daniel Rand (Finn Jones) é um bilionário, herdeiro da fortuna das Indústrias Rayne. Por 15 anos, todos acreditaram que ele estava morto, após um acidente de avião no Himalaia que vitimou seus pais, Wendell e Heather Rand. Mas Danny foi salvo e viveu todo esse tempo na cidade mística de K'un-Lun, uma das Sete Capitais do Céu. Lá, Danny aprendeu a canalizar o seu chi e se tornou o Punho de Ferro. De volta a Nova York, ele vai tentar retomar seu posto na empresa, agora sob o comando de seus amigos de infância Joy (Jessica Stroup) e Ward Meachum (Tom Pelphrey). Mas ele precisa convencer a todos que é realmente quem diz ser e combater o Tentáculo, com a ajuda de Colleen Wing (Jessica Henwick)."

   Já faz algum tempo que a Marvel e a Netflix vem lançando séries sobre super heróis numa parceria bem bacana. Jessica Jones, Daredevil e Luke Cage são alguns deles e agora a mais recente Iron Fist, ao que parece todas as séries vão dar uma base para a futura Marvel's The Defenders onde estes super heróis farão um crossover. Até agora só falta eu assistir Luke Cage, mas hoje eu vim falar pra vocês o que eu achei do Punho de Ferro.
  Os críticos deram notas péssimas para a série, eu não entendi o motivo, afinal me apaixonei logo no primeiro episódio. Série tem que me prender no começo, senão eu desisto logo de cara. Fiquei intrigada para conhecer melhor os personagens e descobrir qual era o mistério de Danny Rand. O que eu gosto das séries da Marvel é que mesmo sem ter lido quaisquer HQ's eu consigo entender o que está acontecendo, talvez só perca algumas referências e piadas internas. Mas tudo bem, não é mesmo?

   Porém nem tudo são flores. A primeira coisa que me incomodou foi a duração dos episódios. São episódios longos, alguns com mais de uma hora de duração e que poderiam ter sido reduzidos com os cortes de algumas cenas desnecessárias. Além de já ter episódios longos a série fica maçante da metade pro final, tendo uma caída no roteiro e se desenvolvendo muito devagar. Porém eu insisti.
   O plot twist da série é muito legal no começo e nós vamos nos deparar com o Tentáculo (que também já vimos em Daredevil), mas também chega uma hora em que perde a graça e parece não fazer mais tanto sentido. Aí então comecei ver algumas justificativas para as críticas, apesar disso discordo de uma crítica feita ao papel do protagonista: ele realmente repete várias vezes a frase "Eu sou o Punho de Ferro" e é extremamente influenciável. Mas vamos combinar né gente? Qualquer um que fosse submetido à uma lavagem cerebral por monges, afastado da sociedade e tivesse perdido os pais ficaria com o emocional desequilibrado com um retorno repentino à vida "normal".

   Minha personagem preferida no entanto é Colleen Wing e eu amei o destaque que ela teve nos últimos episódios. Além de ser uma personagem muito forte e empoderada. Espero que a mesma continue crescendo de forma significativa.
  A série, portanto, não é perfeita e tem muitos defeitos sim. Porém carrega um potencial enorme e pode ser muito explorada ainda, aguardo mais temporadas!

2 comentários:

  1. Ainda não assisti, mas as poucas pessoas que me recomendaram o fizeram positivamente. Gosto desse universo, apesar de não ler hqs com tanto afinco. Marvel é amor! Beijos, curti o post!

    ResponderExcluir
  2. Thai eu ainda não assisti porque vi o tamanho dos episódios e me desanimei mesmo ahiahiuaiua, mas é uma série que preciso ver e não tem jeito.
    Vi a crítica massacrando mesmo, mas nem dou mais trela porque quando isso acontece é pq eu sei que vou gostar ahiauhuaha (a diferentona)

    Beijos

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.