Opala, Jennifer L. Armentrout

14 de junho de 2017

Sinopse: "Ninguém é igual ao Daemon Black. Quando ele prometeu que iria provar seus sentimentos por mim, não estava brincando. Nunca mais vou duvidar dele. E agora que conseguimos finalmente aparar nossas arestas, bem... Tem rolado muita combustão espontânea. Mas nem mesmo ele pode proteger a família dos perigos de tentarem libertar aqueles que amam. Depois de tudo o que aconteceu, já não sou mais a mesma Katy. Tornei-me uma pessoa diferente... E não sei bem o que isso vai significar no final. Quanto mais nos aproximamos da verdade e nos colocamos no caminho da organização secreta responsável por torturar e testar os híbridos, mais me dou conta de que não existe limite para o que sou capaz de fazer. A morte de um ente querido continua afetando a todos, a ajuda surge do lugar mais improvável, e nossos amigos irão se tornar nossos piores inimigos, mas não podemos voltar atrás. Mesmo que com isso estejamos arriscando destruir nosso mundo para sempre. Juntos somos fortes... e eles sabem disso."

Título: Opala | Autora: Jennifer L. Armentrout | Editora: Valentina | Ano: 2017 | Páginas: 416 | Nota: 5/5 | Skoob | Livro recebido em parceria com a editora para divulgação

Resenhas anteriores:
Obsidiana - Saga Lux #1
Ônix - Saga Lux #2

  Esta resenha pode conter pequenos spoilers dos primeiros livros para quem ainda não leu, então sugiro que leiam as resenhas anteriores e estejam por sua conta em risco. Opala marca muito a mudança da série, a evolução tanto do enredo quanto dos personagens, demorei pra começar a leitura, mesmo tendo terminado o segundo desesperada e ansiosa por mais, porque não sabemos quando o próximo volume será lançado aqui no Brasil. Ou seja, ficarei longos meses sem notícias dos meus Aiens preferidos, mas vamos ao que interessa.
  Pessoas morreram, laços foram cortados, acidentes gravíssimos aconteceram e o clima começa pesadíssimo. Dawson, inclusive, o trigêmeo perdido, voltou pra casa e por isso a galera está pisando em ovos. Mas não ele. Ele tem um objetivo: salvar Beth. Acontece que tem uma organização querendo capturar os luxen¹ e também os híbridos², como Katy. Então rola muita tensão, briga e ansiedade. Não se trata mais de um romance "inocente" como no primeiro livro, a história evoluiu muito e eu amei.
  Neste terceiro livro vamos acompanhar mais do drama de Dawson (o irmão do Damon gente) e uma pegada mais familiar também, agora que ele voltou. Como eu disse, temos menos romance entre o casal e mais ação, foco na mitologia da história e no que eles precisam fazer pra permanecerem seguros e salvar aqueles que estão em perigo. O desenvolvimento psicológico dos personagens é nítido e maravilhoso. Mas eu não poderia falar disso sem mencionar Dee, a única mulher entre os trigêmeos, que após uma perda significante muda de forma drástica sua personalidade.
   Porém temos alguns personagens novos e permanece aquela questão que eu já tinha mencionado na resenha anterior: não dá pra saber em quem confiar. A ajuda e a apunhalada vem de quem menos esperamos ou até mesmo ambas da mesma pessoa. Talvez por isso eu não tenha conseguido parar de ler do começo ao fim, uma vez que eu comecei terminei em poucas horas a leitura.
  Opala até agora é o meu preferido, por ser mais maduro e intenso, termina de uma forma avassaladora e me deixou histérica para ler o próximo volume, espero que a Valentina lance logo para a minha felicidade e de todos os fãs que precisam dessa continuação.

¹ Aliens
² Humanos que  de alguma forma absorveram poderes destes aliens 
   Quer ler este livro também? No Cupom Válido você escolhe a loja que quer comprar seu exemplar e ganha um cupom de desconto na compra, não é o máximo? 

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.