Cadu e Mari, A.C. Meyer

26 de julho de 2017

"Mariana trabalha em uma badalada revista de moda. Tem um bom salário, é muito competente... E tem uma queda pelo chefe, daquelas bem poderosas. Eles vivem em mundos completamente diferentes, e Mariana sabe que nunca acontecerá nada entre os dois. Até que Carlos Eduardo repara que sua secretária é muito, muito bonita. O amor entre os dois é arrebatador, e Cadu e Mari sentem que nasceram um para o outro. Mas as coisas logo começam a desandar. Talvez Cadu ainda não esteja preparado para confiar em uma pessoa que teve uma vida tão diferente da sua; talvez Mari ainda não se sinta segura em dividir sua realidade com o chefe. Para viver esse amor, os dois precisarão enfrentar preconceitos e vencer intrigas. Será que estão prontos?"

Título: Cadu e Mari | Autora: A. C. Meyer | Editora: Galera Record | Ano: 2017 | Páginas: 280 | Nota: 4/5 | Skoob | Livro recebido em parceria com a editora para divulgação

   Já faz algum tempo que eu venho investindo mais nos livros nacionais e não tenho me arrependido de forma alguma, inclusive pretendo fazer um vídeo indicando quais os meus preferidos. Cadu e Mari foi uma aposta minha durante a #MLI2017 e eu me apaixonei pelo livro, estou até agora querendo mais. Será que tem como?

   O livro me encantou logo na capa, mas fiquei mais interessada quando vi que o sumário (índice) forma uma playlist onde cada capítulo tem o nome de uma música. E pensem numa playlist maravilhosa? Nando Reis, Jota Quest, Elis Regina, Marisa Monte, Legião Urbana, Tom Jobim e por aí vai. Mas vamos ao que interessa. 

   O enredo, de início, é bem clichê. O CEO maravilhoso e enigmático e a secretária competente e encalhada, porém a autora conseguiu muito bem encaixar um diferencial em tais estereótipos pra deixar a história mais interessante. A mocinha foge dos padrões de beleza estabelecidos, ela tem o corpo "clássico da brasileira" que veste 44 e tem bunda, curvas e é bronzeada pelo clima do Rio de Janeiro. Foi uma das minhas coisas preferidas no livro, me identifiquei de verdade com a personagem num nível que nunca tinha acontecido antes.

   Ainda falando de Mari, fiquei muito contente por ela ser o tipo de mulher que bate o pé, teima, luta por aquilo que quer e acredita e não faz a típica "submissa" destes romances com CEO's da vida.
    Em alguns momentos as coisas se tornaram um pouco previsíveis, mas nada que me incomodasse tanto. O livro não se trata do mais filosófico e profundo dos romances, mas é muito leve, gostoso e divertido de ler. Eu gostei muito, me apeguei com os personagens e fiquei muito curiosa pra ler mais coisas da autora.

   A única coisa que me incomodou e eu preciso mencionar foi uma cena na qual eu achei que houve uma certa romantização de ciúmes, porém não vou me prolongar aqui problematizando a questão e ainda vos digo por quê: logo após a cena (a qual achei muito ridícula) a protagonista Mari bateu o pé e colocou o rapaz em seu devido lugar.

   A edição está maravilhosa, não encontrei erros na revisão e fiquei muito satisfeita com a leitura. Indico muito, dei nota 4! 

2 comentários:

  1. Oi. Eu não sabia bem do que falava essa obra mas já li um livro da autora e tenho certeza que este está tão bom quanto. Espero me encantar com Cadu e Mari <3
    Beijo
    http://leitoraencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Taísa,

    Eu tb tenho investido mais em autores nacionais e tô gostando muito.
    Ainda n li esse, mas tenho vontade!
    Sua resenha me fez querer lê-lo logo
    hehehehehehe

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.