Victoria e o Patife, Meg Cabot

14 de agosto de 2017

Sinopse: “Neste romance histórico juvenil escrito pela autora de “O diário da princesa”, acompanhamos a trajetória de Victoria. Criada pelos tios na Índia, ela é enviada a Londres aos 16 anos para conseguir um marido. Mas é na longa viagem até a Inglaterra que a jovem encontra o amor, na figura de Hugo Rothschild, o nono Conde de Malfrey. Tudo estaria ótimo se não fosse a insuportável interferência do capitão do navio, Jacob Carstairs. Por que ele não pode confiar na escolha de Victoria? Por que ele não a deixa em paz? Estaria Hugo escondendo algo?”

 Título: Victoria e o Patife | Autora: Meg Cabot | Editora: Galera Record | Ano: 2017 | Páginas: 256  | Nota: 5/5  | Skoob

 Olá minha gente, primeiramente eu queria dizer que este livro foi uma cortesia da Galera Record e trata-se do primeiro romance de época de Meg Cabot que se passa em 1810. Ela também é a autora de “O diário da princesa”.

 Iremos conhecer a história de Victoria Arbuthnot, uma jovem órfã  de 16 anos que foi criada pelos tios na Índia em Jaipur após seus pais terem sido contaminados com a Malária. Victoria gosta de levar tudo com mãos de ferro e tem um talento natural para manipular as pessoas sem que as mesmas percebam que estão realizando sua vontade, mas recentemente após seus tios perceberem isso, a enviaram para Londres a casa da irmã de sua mãe, para que assim pudesse encontrar um marido.

 Esta viagem acontece no navio Harmony, ao qual leva 3 meses para chegar ao seu destino final, e é ali que ela conhece Hugo Rothschilg o nono conde de Malfrey e o Sr. Jacob Cartairs. Hugo é um homem lindo, encantador e está apaixonado por Victoria, ao contrário do Sr.Jacob que sempre está implicando com ela durante toda a viagem e a chamando de Sr. Abelhuda, por conta de seus palpites sinceros até demais. Ele aparentemente tem alguma oposição contra Hugo e estava sempre tentando afastar os dois, porém quando flagrou o momento em que ele pediu Victoria em casamento ficou chocado e foi claramente contra essa união.

 Sem entender o motivo dessa desaprovação Victoria concordou em esperar por Hugo em Londres para oficializar a união, já que este iria descer antes em Lisboa para tratar de negócios. Mas ao chegar em Londres o motivo do desafeto entre os dois está atrapalhando cada vez mais seus planos e Jacob jura que impedirá este casamento á qualquer custo.

 Com o passar dos dias Victoria fica mais próxima de Jacob, já que este é amigo da família e sempre comparecia aos seus jantares, é então que ela começa a desconfiar se Hugo mantém algum segredo e duvidar de seus sentimentos.

  Algo está começando a aflorar entre Jacob e Victoria, em quem ela deve confiar e entregar seu coração?

 Achei esse livro extremamente leve e gostoso de se ler e deixou um gostinho de quero mais, comparando-o a outros romances de época esse é voltado mais para jovens, mas isto não impede que qualquer faixa etária possa gostar. 


0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.