Descendants of the Sun 태양의 후예

8 de dezembro de 2017
Sinopse: É amor a primeira vista quando o Capitão das forças especiais Yoo Shi Jin (Song Joong Ki) encontra pela primeira vez uma linda médica chamada Kang Mo Yeon (Song Hye Kyo). Mas mesmo antes de embarcarem nesse amor, os dois percebem que trabalham com valores opostos - um soldado que tira vidas e uma médica que as salva. Um ano depois do primeiro encontro, uma reunião fatal os leva para Uruk. Será que o amor entre Shi Jin e Mo Yeon será maior que as batalhas travadas em suas vidas?
   Descendants of the Sun estava na minha lista da Netflix há um bom tempo já, acho que desde o começo do ano, mas nunca tinha vontade de dar o play, mesmo vendo uma quantidade enorme de garotas nos grupos de dorameiras da vida falarem bem, eu não tinha coragem de começar. Meu problema com doramas é esse: eu demoro demais pra escolher algum. 

   Quando comecei já me apaixonei de cara, porque é completamente diferente de todos os doramas que eu já vi. É formado por adultos, fazendo coisas de adultos, sem pais controladores cagando regras nos relacionamentos (ok, tem um só, mas incomoda bem menos que nos outros doramas), sem aqueles puxão no braço de namoradinho mimado e abusivo e sem aquele clima escolar cheio de lenga-lenga. Além de ter cenas com bebidas alcoólicas, casal dormindo junto (bem morninho, mas já é um avanço) e por aí vai. 

   O drama trata do amor pela pátria, da responsabilidade com a profissão, do valor pela vida e daquelas que trabalham lutando por ela. Trata da amizade, da honestidade e como se não bastasse tem muito Oppa lindo. 


   De primeiro momento achei que iria ficar entediada com as partes do exército, mas pelo contrário, foram as partes que eu mais gostei. Já as cenas médicas achei que ficaram um pouco a desejar, mas pode ser pelo fato de eu já estar acostumada com Grey's Anatomy. E vamos combinar: o sotaque dos coreanos falando inglês é bem ruinzinho, né? 
    
    Outro ponto positivo do drama foi a atuação. Gente???? Teve uma cena em que Song Hye Kyo me fez chorar junto com ela de tão verdadeira, tão intensa e dolorosa. Mas no geral fiquei muito impressionada com a atuação de todos, realmente convincente e envolvente. Acho que já deu pra perceber que não teve ponto ruim na coisa toda, né? Terminei já com vontade de assistir tudo de novo, queria mais umas três temporadas pra começar, foi o melhor dorama que eu já assisti até agora. 

   Ah! E olha que legal, os atores Song Joong Ki e Song Hye Kyo se casaram na vida real! Não é o máximo? 

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.