Mais forte que o sol, Julia Quinn

by - segunda-feira, junho 18, 2018

Foto: Diário de Incentivo à Leitura
"Quando Charles Wycombe, o irresistível conde de Billington, cai de uma árvore – literalmente aos pés de Elllie Lyndon –, nenhum dos dois suspeita que esse encontro atrapalhado possa acabar em casamento. Mas o conde precisa se casar antes de completar 30 anos, do contrário perderá sua fortuna. Ellie, por sua vez, tem que arranjar um marido ou a noiva intrometida e detestável de seu pai escolherá qualquer um para ela. Por isso o moço alto, bonito e galanteador que surge aparentemente do nada em sua vida parece ter caído do céu. Charles e Ellie se entregam, então, a um casamento de conveniência, ela determinada a manter a independência e ele a continuar, na prática, como um homem solteiro. No entanto, a química entre os dois é avassaladora e, enquanto um beijo leva a outro, a dupla improvável descobre que seu casamento não foi tão inconveniente assim, afinal..."

Título: Mais forte que o sol | Irmãs Lyndon #2 | Autora: Julia Quinn | Editora: Arqueiro | Ano: 2018 | Páginas: 288 | Nota: 4/5 | Skoob | Livro recebido em parceria com a Editora para divulgação

   Uma vez que eu me rendi aos romances de época, quero devorá-los todos. Esta duologia das Irmãs Lyndon termina de forma impecável, Julia Quinn nos envolve com sua criatividade mais uma vez. Neste segundo volume vamos conhecer melhor a Ellie, irmã de Victoria, que ainda vive com o pai em uma rotina tediosa e pacata, a única coisa que a diverte é aplicar seu dinheiro em ações, acumulando um pequeno montante de libras. Porém quando Charles literalmente cai do céu, ou melhor, de uma árvore, no seu caminho, as coisas ficam um pouco mais interessantes. O fato é que ela precisa ajudar o bêbado com o tornozelo machucado a encontrar um caminho de volta para o seu coche e no meio dessa confusão Charles decide pedi-la em casamento.

   A primeira impressão que fica é que Charles é maluco, ou um alcoólatra que não faz ideia do que diz, mas ao longo das páginas a autora explica uma razão um tanto coerente por trás de tudo. Mas não é segredo pra ninguém que quando as coisas acontecem muito rápido ou de maneira muito fácil logo no começo dos romances de época, é porque algo vai dar muito errado ainda

   Os personagens são bem engraçados e cativantes, o enredo também nos envolve desde o início, tornando impossível parar a leitura por um só segundo. A química entre o casal é de tirar o fôlego, o livro é repleto de cenas apaixonantes ainda que nem mesmo os personagens tenham noção disso. Gostei muito do fato de que eles se casam sem serem apaixonados um pelo outro, apenas por negócios, e o amor vai surgindo aos poucos. Não que seja uma ideia legal de casamento, mas porque é diferente dos outros romances onde sempre uma das partes se apaixona antes de casar. 

   Não dei cinco estrelas ao livro apenas pela quantidade de drama desnecessária. O único problema de Julia Quinn é o fraco que a autora tem por usar o fenômeno da donzela em apuros, todos os livros dela contém algum acidente ou alguma doença, drama, ou coisa do tipo que acomete um dos personagens principais. Em Mais forte que o sol tais reviravoltas acontecem inúmeras vezes, quando você acha que o drama acabou, outro se inicia, sendo que não fazem lá muita diferença na história. Só serviram para dar algumas páginas a mais no livro. 

   De qualquer forma é uma leitura muito boa, envolvente como eu já disse e que flui muito rapidamente. Mesmo com a dose exagerada de drama conseguiu ser melhor que o primeiro livro Mais lindo que a lua, onde os personagens conseguem ser mais irritantes.

You May Also Like

0 comentários

Tecnologia do Blogger.