Primeiras impressões de Boruto: Naruto next generations

by - sexta-feira, junho 01, 2018


   Há algumas semanas atrás fiz um post aqui no blog (confira) onde eu contei um pouco da minha história com o anime Naruto e como foi terminá-lo após tantos anos, me sentindo extremamente nostálgica assisti logo depois o filme The Last: Naruto the movie (que é conversa pra outro dia) e fiquei ansiosíssima para começar Boruto: Naruto Next Generations, que se trata de um anime inspirado na série de mangá de mesmo nome escrita por Ukyo Kodashi. Exibido pela TV Tokyo o anime foi lançado em 2017 logo após o fim de Naruto Shippuden e já conta com 60 episódios (os quais eu já assisti) e hoje eu vou contar pra vocês um pouco do que eu achei até agora. 

Sinopse: "Naruto era um shinobi jovem com um talento incorrigível para a travessura. Ele alcançou seu sonho para se tornar o maior ninja da aldeia e seu rosto se senta no topo do monumento Hokage. Mas esta não é a sua história. Uma nova geração de ninjas estão prontos para assumir o palco, liderado pelo próprio filho de Naruto, Boruto."

   A primeira cena do anime é um tanto misteriosa, principalmente pra quem como eu não acompanha o mangá, onde Boruto já adolescente enfrenta Kawaki (provável vilão) e logo depois disso entramos numa sequencia de fillers que explicará como tudo ocorreu para que a tal luta chegasse. Na presente realidade Naruto é Hokage e teve com Hinata dois filhos: Boruto e Himawari, mas devido a suas responsabilidades como líder de Konoha ele não passa muito tempo com a família e Boruto acaba criando uma mágoa pelo pai. Ele não quer ser visto apenas como o "filho do Hokage", mas como ele mesmo, então na sua busca por atenção ele acaba fazendo todas as mesmas travessuras que o pai fazia quando criança, tornando ainda mais inevitável qualquer comparação entre os dois. 

   No começo do anime temos bastante fanservice e matamos a saudade dos personagens antigos, que estão (a maioria pelo menos) completamente diferentes e velhos. Sakura também teve uma filha com Sasuke, chamada Sarada e Shikamaru e Temari tiveram Shikadai, mas quem chama atenção mesmo é Mitsuki, cujo parentesco seria um spoiler se você ainda não começou a assistir o anime. Mas existem muitos poucos jovens interessados em se tornar ninjas nesta geração, já que as grandes nações estão em paz há dez anos.


   A construção da maioria dos personagens foi muito bem elaborada, mas ainda precisa ser mais aprofundada. Sinto que o anime é bem mais leve em comparação a Naruto Clássico. As lutas são bem menos intensas e os jovens shinobis não carregam consigo tantos traumas apesar de serem mais fortes que seus respectivos pais quando tinham sua idade. Porém, preciso ressaltar que Boruto Uzumaki é o personagem mais chato do anime até agora. Não tem respeito algum pelo pai ou pelo passado de todos que enfrentaram a quarta guerra mundial ninja, é extremamente teimoso, se acha incrível (e não é!!) além de só se dar bem na trapaça. Quem me encantou mesmo foi Sarada. 

   Apesar de o anime ainda estar no começo, o enredo precisa melhorar em muita coisa, o que eu acredito que vá acontecer nos próximos episódios com a chegada de novos vilões. Vale a pena assistir sim se você é fã de Naruto assim como eu, não só para rever os antigos personagens, mas porque a nova geração pode vir a ser uma surpresa. 

You May Also Like

0 comentários

Tecnologia do Blogger.