BEDA 5 | Herdeira do fogo, Sarah J. Maas

by - domingo, agosto 05, 2018

Foto: Cyn Cardoso

"Celaena ressurge das cinzas ainda mais forte e letal. E parte em uma jornada em busca de uma obscura verdade: uma informação sobre sua herança e seus antepassados que pode mudar sua vida e o futuro de dois reinos para sempre. Enquanto isso, forças sinistras começam a despontar no horizonte e têm planos malignos para dominar o seu mundo. Agora, depende de Celaena encontrar coragem para enfrentar tais perigos, além de seus próprios demônios, e fazer a escolha mais difícil da sua vida."

Título: Herdeira do fogo | Trono de Vidro #3 | Autora: Sarah J. Maas | Editora: Galera Record | Ano: 2015 | Páginas: 518 | Nota: 5/5 | Skoob | Compre Aqui

Resenhas anteriores:
Trono de Vidro
Coroa da Meia-noite

   Já faz algum tempo que eu não dou continuidade à esta série maravilhosa chamada Trono de Vidro, eu me apaixonei logo no primeiro livro e desde então a série só tem evoluído cada vez mais. Comecei a ler Herdeira do Fogo no ano passado e parei pra ler outras coisas que eu estava mais afim no momento e agora me peguei pensando "por que eu demorei tanto pra finalizar essa maravilha?". 

    Se você não leu os livros anteriores pode encontrar alguns spoilers dos mesmos por aqui, já deste terceiro volume eu pretendo não soltar nada que possa atrapalhar a leitura de vocês. Herdeira do Fogo começa com Celaena bem longe de Chaol e Dorian, buscando respostas sobre seu passado e maneiras de salvar não só o seu povo em Terrassen como também os escravos de Endovier, onde ela mesma sofreu por anos.

    Herdeira do Fogo nos apresenta alguns novos personagens: Rowan (maravilhoso, mozão, crush) é um feérico imortal que tem a missão de treinar Celaena e ajudá-la a dominar sua magia e seu poder; Aedion o primo materno de Aelin Galathynius e Manon Bico Negro, uma bruxa. No começo desconfiei de todos, aos poucos fui aprendendo a gostar de cada um (uns mais, outros menos). A forma como Sarah nos introduz a todos os novos acontecimentos e personagens é incrível, a autora cresce mais a cada página, provando que é capaz de muito mais. 

    A narrativa foi um pouco lenta no começo, por alternar cada capítulo pra mostrar os três pontos de vista da história (de Chaol, de Celaena e de Manon). As partes da bruxa foram as mais arrastadas pra mim, minha vontade era pular logo para Wendlyn e saber o que estava acontecendo entre a assassina e Rowan, cuja química me deixou sem ar. E LÁ VAI EU SHIPPAR CELAENA COM OUTRA PESSOA. Sempre preferi ela com Dorian, nunca fui muito fã de Chaol e torço pra que eles não fiquem juntos, mas preciso deixar claro que o romance é o que menos me preocupa na série, que tem muito mais a oferecer. 

    Preciso enaltecer aqui o crescimento da personagem principal, Celaena finalmente deixa de pensar apenas no próprio umbigo e muda da água pro vinho, deixando de lado a garota mimada com medo do passado e se tornando uma mulher poderosa, corajosa, bem resolvida e pronta para reclamar o trono que é seu por direito. O livro começa com a desconstrução de Celaena, para nos apresentar Aelin Gaathynius, o que foi extraordinário, fiquei muito orgulhosa da personagem e da autora

    O final foi bem impactante, deixando um terreno bem preparado para Rainha das Sombras (quarto livro da série e que deu o nome para a futura série de TV). Algumas coisas no final chocaram alguns fãs e talvez vocês me achem um tanto fria por dizer isso, mas houve uma morte (não direi de quem) que não me fez lamentar nem um pouco.

You May Also Like

0 comentários

Tecnologia do Blogger.